Cidadania

Casais ensaiam para o casamento comunitário; cerimônia ocorrerá neste domingo

A terceira edição do casamento comunitário do DF será realizado este domingo (28/11) e vai formalizar a união de 43 casais. Evento ocorre no Museu da República e terá transmissão pelas redes da Secretaria de Justiça e Cidadania

Júlia Eleutério
*Bernardo Guerra
postado em 24/11/2021 17:12 / atualizado em 24/11/2021 18:20
Quarenta e três casais participaram o ensaio  -  (crédito:  Ed Alves/CB)
Quarenta e três casais participaram o ensaio - (crédito: Ed Alves/CB)

Para os casais que vão participar do casamento comunitário, a hora de subir no altar está cada vez mais perto. Aguardando pela sonhada cerimônia, os noivos ensaiaram na manhã desta quarta-feira (24/11). Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), nesta edição, 50 casais foram contemplados. No entanto, 43 casais vão participar da evento. A festa será no Museu da República neste domingo (28/11) e haverá transmissão ao vivo pelas redes da Sejus.

A secretária da Sejus Marcela Passamani esteve no ensaio para desejar felicidades aos noivos. Ao Correio, ela destacou a alegria de poder ajudá-los a concretizar o sonho do casamento. "Oferecer esse casamento comunitário não é apenas um documento no cartório, é a realização de um sonho, dignidade, cidadania", destaca a secretária. "Eles merecem isso tudo, terem a vida que desejarem e a formalização dessa trajetória deles, aqui conosco, nos enche de orgulho", celebra Marcela.

Juntos há três anos, os atendentes Emanuel Venâncio, 25 anos, e Iane Caroline Almeida, 21, contam que estão empolgados para o grande dia. “A gente tentou na edição anterior, mas não conseguiu. Agora, tentamos de novo, nos perdemos na hora da inscrição, só que deu tudo certo e estamos aqui”, comemora a noiva. “Estou ansioso demais”, destaca o noivo. Moradores do Recanto das Emas, eles são pais de um bebê de oito meses e cuidam juntos do filho de 4 anos de um relacionamento anterior de Iane.



Planejando se casar há sete anos, o professor Antonio Carlos, 63, e a costureira Divina Braz, 56, estarão nesta edição o evento. A noiva revela que esta é a terceira vez que eles tentam participar do casamento comunitário, não conseguindo nas últimas duas por problemas com a documentação. O casal soube sobre o programa de governo por acaso, enquanto assistiam televisão e, como não tinham renda para casar, resolveram tentar. “Da primeira vez que fomos negados de participar, eu chorei muito. Hoje, eu estou muito feliz mesmo, já tínhamos a expectativa de termos uma boa notícia ao sermos selecionados, mas, mesmo assim, eu estou feliz demais com isso”, confessa Divina.

Tudo é organizado com ajuda de voluntários. Os vestidos e os ternos, os cabelos e as maquiagens, o bolo e os doces são fornecidos gratuitamente para que a celebração seja completa. Fernanda Domareski, cerimonialista voluntária do casamento comunitário desde edições anteriores, destaca a emoção de realizar sonhos. “A gente faz o possível para que eles se sintam noivos, realmente, e elas tenham aquele dia de princesa”, detalha a cerimonialista. “Dar um dia tão especial quanto o de tantas outras noivas”, completa. Neste ano, ocorreram outras duas edições que oficializou a união de mais de 100 casais. Esta será a última de 2021.

Mais casamentos

Uma pesquisa indicou que os brasilienses estão se casando mais neste ano, em comparação com 2020. Os dados são da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Brasil (Arpen). Os números mostram que houve um crescimento de 44,6% nos casamentos civis no Distrito Federal, entre janeiro e outubro de 2021, em relação ao mesmo período do ano anterior. A associação aponta que os cartórios da capital do país tiveram 17.292 registros nos 10 primeiros meses de 2021 e 11.953 matrimônios no mesmo intervalo em 2020.

*Estagiário sob supervisão de Guilherme Marinho

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE