Economia

Compras no período de Natal valerão o dobro de pontos no Nota Legal

A nova regra vale para produtos adquiridos de 10 a 24 de dezembro e faz parte do Pró-Economia II

Correio Braziliense
postado em 24/11/2021 20:51
Somente consumidores cadastrados no site do programa até 31 de agosto deste ano podem participar -  (crédito: Minervino J?nior/CB/D.A Press)
Somente consumidores cadastrados no site do programa até 31 de agosto deste ano podem participar - (crédito: Minervino J?nior/CB/D.A Press)

O secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, anunciou, nesta quarta-feira (24/11), que as pontuação de compras no Programa Nota Legal valerá o dobro durante o Natal. A nova regra vale para produtos adquiridos de 10 a 24 de dezembro e faz parte do Pró-Economia 2, pacote de 34 novas medidas lançadas pelo governo local para aquecer a economia.

O anúncio da mudança no Nota Legal foi feito pelo secretário André Clemente durante a cerimônia de lançamento do Pró-Economia, realizada no Palácio do Buriti. Segundo o titular da pasta, a alteração visa incentivar clientes e estabelecimentos a aderirem ao programa. “A pontuação em dobro no período de natal é para incentivar não só os estabelecimentos a divulgarem nessa parceria com o GDF, mas também permitirem que o cidadão que pediu seu cupom fiscal pontuem em dobro dessa vez”, esclareceu.

Clemente também destacou a importância do Nota Legal para a economia da capital. “É uma política de estado, maior que qualquer governo. É um programa de justiça fiscal, onde aqueles que dão seu CPF e pedem a nota fiscal ajudam na arrecadação, e em contrapartida, com esse aumento de arrecadação, ele conseguem ter uma redução nos seus tributos pessoais. E nesse período de natal, obviamente nós estamos aperfeiçoando o programa”, frisou.

O próximo sorteio do Nota Legal será em 24 de dezembro. Somente os consumidores cadastrados no site até 31 de agosto deste ano podem participar. A premiação também se limita aos que registraram o CPF em compras feitas entre 1o de novembro de 2020 e 30 de abril de 2021. Cada compra com CPF dá um bilhete ao participante, com máximo 200 bilhetes por indivíduo. Serão sorteados 12.600 bilhetes, totalizando R$3 milhões distribuídos entre prêmios que varam de R$100 a R$500 mil.

A distribuição se dá em:

  • 1 prêmio de R$ 500 mil;
  • 2 prêmios de R$ 200 mil;
  • 3 prêmios de R$ 100 mil;
  • 4 prêmios de R$ 50 mil;
  • 10 prêmios de R$ 10 mil;
  • 30 prêmios de R$ 5 mil;
  • 50 prêmios de R$ 1 mil;
  • 500 prêmios de R$ 200;
  • 12 mil prêmios de R$ 100

Com informações da Secretaria de Economia do DF

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE