CORUMBÁ DE GOIÁS

Grávida e filha mortas por namorado são veladas; assassino segue foragido

Após assassinar a mulher e a enteada, ele foi até à fazenda do patrão, furtou arma e munições, foi até uma propriedade vizinha, matou um fazendeiro, tentou estuprar a mulher dele e atirou nela

Darcianne Diogo
postado em 29/11/2021 19:30 / atualizado em 29/11/2021 19:34
 (crédito: Darcianne Diogo/CB/D.A Press )
(crédito: Darcianne Diogo/CB/D.A Press )

Em clima de comoção e dor, familiares e amigos de Raniere Aranha, de 19 anos, velaram o corpo da jovem no fim da tarde desta segunda-feira (29/11), no Velório São Miguel, em Corumbá de Goiás. A dona de casa estava grávida de 4 meses e foi assassinada a facadas pelo namorado, Wanderson Mota Protácio.

Raniere foi velada junto à filha, Geysa Aranha, de 1 ano e 8 meses, que também foi morta a facadas pelo padrasto. O sepultamento de mãe e filha está marcado para ocorrer na manhã desta terça-feira (30/11). "É uma dor muito grande. Ela era uma pessoa muito feliz, tranquila e todos gostavam da companhia e amizade dela", desabafou um primo, que preferiu não se identificar.

Amiga de infância, Camila Ferreira, 21, conta que Raniere nunca chegou a comentar sobre supostas agressões sofridas pelo namorado. "Vi ela na sexta-feira, mas ela precisou ir embora rápido, pois disse que ele estava chamando ela para ir para casa. Nos vimos rápido, mas parecia estar tão feliz", disse.

Wanderson Mota está foragido da polícia. Após assassinar a mulher e a enteada, ele foi até à fazenda do patrão, furtou uma arma com seis munições e foi até uma propriedade vizinha, onde matou um fazendeiro com um tiro, tentou estuprar a mulher dele e chegou a atirar nela. A mulher, no entanto, teria se fingido de morta e conseguiu fugir. O estado de saúde dela não foi divulgado.

Ao menos 70 policiais civis e militares participam das buscas. Segundo informações da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), as buscas se concentram em Corumbá, Alexânia, Abadiânia e Anápolis. Os policiais contam com helicóptero na caçada. O triplo homicídio chocou os moradores da região, que ficaram abalados ao saber da notícia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE