Assalto

Assaltante que roubou mercado com fuzil de pressão em Vicente Pires é preso

Após diligências da PCDF, constatou-se que a arma utilizada pelo grupo no dia do assalto, em 6 de outubro, era do tipo airsoft. Os criminosos chegaram a agredir funcionários

Darcianne Diogo
postado em 08/12/2021 06:00
Assaltantes armados com fuzil de pressão renderam funcionários de mercado em Vicente Pires -  (crédito: Material cedido ao Correio)
Assaltantes armados com fuzil de pressão renderam funcionários de mercado em Vicente Pires - (crédito: Material cedido ao Correio)

Policiais civis da Divisão de Repressão a Roubos e Furtos da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (DRF/Corpatri) cumpriram cinco mandados de busca e apreensão e prenderam temporariamente, na tarde desta terça-feira (7/12), um dos envolvidos em um assalto ocorrido em outubro, em um supermercado de Vicente Pires. À época, o caso gerou repercussão, pois imagens das câmeras do circuito interno de segurança mostraram os criminosos entrando no estabelecimento com uma arma semelhante a um fuzil.

Após diligências da PCDF, constatou-se que a arma utilizada pelo grupo no dia do assalto, em 6 de outubro, era do tipo airsoft. Durante as buscas, o objeto não foi encontrado. O suspeito foi preso na Estrutural e um segundo envolvido, identificado como Lucas Junio Sousa Santos, 20 anos, vulto Tutinha, está foragido e, de acordo com as investigações, encontra-se no Pará.

A PCDF divulgou a foto de Tutinha, foragido e envolvido no assalto
A PCDF divulgou a foto de Tutinha, foragido e envolvido no assalto (foto: PCDF/Divulgação)

"É comum o emprego do airsoft sem a ponta laranja nos assaltos. Isso porque o objeto se transforma em verdadeiro simulacro de arma de fogo, com tamanho, peso e cores semelhantes às das armas de verdade. 40% dos roubos são praticados no Brasil com o emprego do airsoft, ora com a ponta laranja suprimida, ora pintada de preto. Em Brasília, o airsoft já faz parte de uma escalada criminosa: o sujeito pratica os primeiros roubos com o airsoft e levanta recursos para a aquisição do primeiro revólver”, afirmou, ao Correio, Fernando Cocito, diretor da DRF1/Corpatri.

O crime

Por volta das 22h de 6 de outurbo, quatro criminosos, em um caminhão, invadiram o estabelecimento comercial em Vicente Pires, renderam funcionários e clientes com facas e um fuzil de pressão. Segundo informações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o grupo roubou seis celulares, havaianas e o salário de uma funcionária.


Os assaltantes chegaram a agredir os trabalhadores com socos e pontapés. A ação dos criminosos foi registrada por câmeras de monitoramento do mercado. Moradores da Estrutural, Ceilândia e Taguatinga, os autores acumulam antecedentes criminais. Um deles, de 21 anos, inclusive, usava uma tornozeleira eletrônica no momento do crime e teria rompido o equipamento dias depois de cometer o assalto.


Esse mesmo jovem de 21 anos foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e receptação de aparelhos celulares. Ele ainda tem uma ocorrência por roubo a ônibus. A PCDF divulgou a foto de Lucas Junio e pede ajuda da população para localizar o paradeiro. Qualquer informações, ligue no número 197, da Polícia Civil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE