Pandemia

Covid-19: comissão da CLDF sugere compra de vacinas a crianças de 5 a 11 anos

Presidente da Comissão Especial para acompanhar o Plano de Vacinação, deputado Fábio Felix (Psol), enviou ofício ao secretário de Saúde com sugestão de compra de vacinas para crianças

Pedro Marra
postado em 19/12/2021 11:03 / atualizado em 19/12/2021 16:13
 (crédito: Andrej Ivanov/AFP)
(crédito: Andrej Ivanov/AFP)

Presidente da Comissão Especial para acompanhar o Plano de Vacinação na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), o deputado distrital Fábio Félix (Psol) recomendou ao secretário de Saúde, Manoel Pafiadache, a compra direta das doses de vacinas necessárias para imunizar as crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19. O ofício foi encaminhado logo após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar, na última quinta-feira (16/12), a vacinação deste público alvo que, em outros países, como os Estados Unidos da América, já começou. 

No documento, o parlamentar diz que o crescente número de casos de covid-19 em crianças nessa faixa etária é preocupação local e nacional. "Requer providências urgentes, somente com a vacinação é possível ter diminuição drástica do número de casos e, desta forma, faz-se mister (necessária) a vacinação de crianças abaixo de 12 anos, como medida urgente e necessária", destaca Felix.

Para o deputado, no esforço de salvar vidas e enfrentar à covid-19 não se pode perder tempo. "Dada a interferência política de segmentos antivacina na gestão no Ministério da Saúde, o Governo do Distrito Federal deve agir com urgência para o abastecimento do Programa Distrital de Imunização com o referido insumo", exige.

Fábio Felix pede que o Executivo local atue por conta própria, pois, segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro tem trabalhado contra a vacinação de crianças, questionando a decisão da Anvisa, e o ministro da Saúde já anunciou que não é certa a compra destes insumos.

A Secretaria de Saúde reforça que segue as orientações do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI-MS). "Assim, a pasta aguarda Nota Técnica do órgão federal com essas orientações, juntamente com um novo lote de doses de vacinas", afirma a SES-DF, em nota.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE