Boletim epidemiológico

Covid-19: 6,9 mil casos confirmados no DF e taxa de transmissão cai

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Saúde, o índice de transmissão está em 2,24. Nas últimas 24 horas, a pasta contabilizou 6.976 novos casos de covid-19

Rafaela Martins
postado em 24/01/2022 19:55 / atualizado em 25/01/2022 09:31
Quatro mortes foram notificadas nesta segunda-feira (24/1), as vítimas eram do sexo feminino e possuíam comorbidades  -  (crédito: Leopoldo Silva)
Quatro mortes foram notificadas nesta segunda-feira (24/1), as vítimas eram do sexo feminino e possuíam comorbidades - (crédito: Leopoldo Silva)

Segundo informações do Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde (SES-DF), 6.976 novos casos da covid-19 foram notificados nesta segunda-feira (24/1). O número representa 3.679 infectados a mais do que os divulgados pela pasta na sexta-feira (21/1), onde 3.297 pessoas testaram positivo para covid-19. É importante relembrar que os dados são divulgados somente em dias úteis.

Além disso, a taxa de transmissão do novo coronavírus diminuiu após cinco altas seguidas, e chegou a 2,24. O número demonstra que um grupo de 100 pessoas podem infectar outras 224. De acordo com a última atualização da secretaria, a taxa estava em 2,61. Vale ressaltar que o índice acima de 1 demonstra que a pandemia está fora de controle.

Agora, o total de infectados na capital federal alcançou 568.433 mil diagnósticos positivos. Desde o início da pandemia, a pasta contabiliza mais de 503 mil moradores do DF, 31,3 mil de Goiás, 7,5 mil de outros estados e 26 mil estão em investigação.

Média Móvel

A média móvel de infecções está em 4.306,60, o que representa um crescimento de 201% em relação a 14 dias atrás. Porém, a vacinação contra o novo coronavírus está controlando a taxa de letalidade.

Segundo a Secretaria de Saúde, quatro mortes foram notificadas nesta segunda-feira (24/1). As vítimas eram do sexo feminino, possuíam comorbidades e estavam internadas em hospitais da cidade.

Das mais de 11 mil vítimas que morreram na capital do país desde o início da pandemia, 963 eram de fora do DF, sendo que 828 residiam em Goiás e 135 em outros estados. A média móvel de óbitos está em 3 — isso representa um aumento de 50% na comparação com o cálculo de 14 dias atrás.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE