Polêmica

Distrital detona Anitta após conquista no Spotify Global: "Tenho vergonha"

Para Julia Lucy, a carioca reforça a objetificação do corpo das mulheres e não é um exemplo para as meninas

Camilla Germano
postado em 01/04/2022 19:30 / atualizado em 01/04/2022 19:56
 (crédito: Reprodução/Instagram)
(crédito: Reprodução/Instagram)

deputada distrital Julia Lucy (União Brasil) não se sentiu nada orgulhosa ao ver Anitta consquitar o primeiro lugar na parada de músicas mais ouvidas do mundo pelo Spotify. Pelas redes sociais, a parlamentar afirmou ter vergonha da dona do hit Envolver

Em um vídeo publicado no Instagram, Júlia Lucy comentou sobre a marca conquistada por Anitta. "Porque ela, como brasileira, somente está reforçando o velho papel que a mulher brasileira ocupou, papel de mulher gostosa, papel de objeto a ser consumido", diz ela.

A deputada também aplaude o fato de Anitta ser a própria empresária, de falar várias línguas e estar ganhando muito dinheiro e a chama de esperta por tentar fugir desse papel de objeto mas critica o fato de se colocar como "heroína das mulher livre". "Sou uma mulher livre, sou uma mulher independente, luto por mulheres, mas não me sinto representada, na realidade, tenho vergonha", afirmou.

"Espero que as meninas não se espelhem no papel da Anitta, se espelhem no papel das mulheres que quebram paradigmas, que fogem desse lugar comum de objeto", finalizou.

Veja o vídeo na íntegra:

Anitta no topo das paradas:

No dia 25 de março, a música Envolver de Anitta ficou em primeiro lugar do ranking das músicas mais ouvidas do Spotify. Ela foi a primeira brasileira a alcançar o feito. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE