Agenda

DF lança ação de limpeza e revitalização com foco no Plano Piloto e Noroeste

Ação promove a retirada de lixo e entulho, limpeza de áreas verdes, remoção de árvores caídas, conserto de calçadas e meio-fios e troca de iluminação em regiões do DF

Thais Moura
postado em 20/04/2022 14:19 / atualizado em 20/04/2022 14:28
Ibaneis lança ação de limpeza e revitalização com foco no Plano Piloto, no estacionamento do Teatro Nacional -  (crédito: Thaís Moura/CB/D.A. Press)
Ibaneis lança ação de limpeza e revitalização com foco no Plano Piloto, no estacionamento do Teatro Nacional - (crédito: Thaís Moura/CB/D.A. Press)

O Governo do Distrito Federal (GDF) lançou, nesta quarta-feira (20/4), a ação "Cidade Sempre Limpa", com o objetivo de promover a limpeza, organização e revitalização integrada de todas as regiões administrativas. De acordo com o secretário de governo do DF, José Humberto Pires, que esteve presente no lançamento da ação, o programa irá focar, sobretudo, nas regiões do Plano Piloto e Noroeste.

  • Cerca de 600 equipamentos de limpeza de porte pequeno, médio e grande porte, como tratores e escavadeiras Thaís Moura/CB/D.A. Press
  • Ibaneis lança ação de limpeza e revitalização com foco no Plano Piloto, no estacionamento do Teatro Nacional Thaís Moura/CB/D.A. Press
  • Ibaneis lança ação de limpeza e revitalização com foco no Plano Piloto, no estacionamento do Teatro Nacional Thaís Moura/CB/D.A. Press
  • Ibaneis lança ação de limpeza e revitalização com foco no Plano Piloto, no estacionamento do Teatro Nacional Thaís Moura/CB/D.A. Press
 

Cerca de 600 equipamentos de limpeza de porte pequeno, médio e grande porte, como tratores e escavadeiras, devem partir ainda nesta quarta-feira (20/4) em direção às cidades satélites para seguir um cronograma de zeladoria estabelecido pelo GDF. Entre as ações previstas está a retirada de lixo e entulho, a limpeza de áreas verdes, a remoção de árvores caídas, o corte de grama, o conserto de calçadas e meio-fias, tapa-buracos, troca de iluminação e o recapeamento em pontos importantes da capital.

A previsão é que a ação dure até 90 dias. Se for necessário, o programa ainda poderá ser estendido, segundo o secretário de governo do DF. Ele espera que a região central de Brasília esteja totalmente limpa em até 15 dias.

"Temos uma questão que precisamos resolver logo, que é o problema do lixo verde, em que o pessoal poda os jardins e as casas, mas deixa tudo no meio das quadras. Em 15 dias, estaremos com uma cidade totalmente limpa, mas simultaneamente já vamos estar em outras cidades, mas sem prejuízo da operação que faremos no Plano Piloto", disse o secretário José Humberto ao Correio. De acordo com o secretário de governo, os equipamentos utilizados na ação fazem parte de um contrato previsto pela secretaria e pelas empresas participantes, e por isso, não há previsão de custo ou de investimento adicional para o GDF.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) também esteve no lançamento do "Cidade Sempre Limpa" e comentou que, além da chegada do aniversário de Brasília, comemorado nesta quinta-feira (21/4), uma das motivações para o programa são os prejuízos causados pelas chuvas na capital do país. "Nós passamos por um período de muitas chuvas no DF, tivemos prejuízo para a cidade em decorrência da chuva, e a ideia é devolver, com todos equipamentos e com todas forças dos órgãos e empresas do DF, o embelezamento da nossa cidade", afirmou Ibaneis.

A ação, lançada no estacionamento do Teatro Nacional, ainda conta com a participação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), do Departamento de Trânsito (Detran), da Novacap, DF Legal, da Companhia de Água e Esgotos de Brasília (CAESB), do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), entre outros.

Teatro Nacional e calamidade pública

Em entrevista à imprensa após o lançamento da ação, o governador Ibaneis Rocha também comentou sobre a reforma do Teatro Nacional, cuja licitação foi lançada em janeiro. "Estamos apenas esperando o Tribunal de Contas do DF liberar a licitação, e isso deve ocorrer a qualquer momento. A ideia é começar as obras o mais rápido possível, começando pela sala Martins Penna e depois avançando para as demais áreas do Teatro", disse o governador.

Questionado pelo Correio, Ibaneis também afirmou, nesta quarta-feira (20/4), que o DF não adotará um período de transição para o fim do estado de calamidade pública imposto em decorrência da pandemia de covid-19. "Tem nada de período de transição, já está revogado e vamos trabalhar a saúde com o que já temos", alegou.

O decreto que declarava estado de calamidade no DF foi revogado na última segunda-feira (18/4), por meio de publicação no Diário Oficial do DF. A decisão aconteceu após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciar a suspensão do estado de emergência nacional. O estado de calamidade pública na saúde permitia que o governo distrital tivesse acesso facilitado a recursos financeiros da União, e autorizava o GDF a descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, a adiar o pagamento de empréstimos federais e a fazer compras emergenciais sem licitação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE