acidente

Jovem que morreu afogado na Lagoa Formosa não sabia nadar

Familiares de Brenner André, 25 anos, pedem ajuda para trazer o corpo do rapaz para o DF

Renata Nagashima
postado em 02/05/2022 14:22 / atualizado em 02/05/2022 17:29
Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) -  (crédito: Reprodução/Redes Sociais )
Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) - (crédito: Reprodução/Redes Sociais )

Brenner André, 25 anos, jovem que morreu afogado após um acidente com uma moto aquática, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO), estava no local com amigos e não sabia nadar. Na tarde deste domingo (1º/5), a vítima e uma mulher estavam no veículo aquático que tombou, por volta das 17h30. Nas redes sociais, Brenner destacava com frequência que era apaixonado por viver. “A vida passa num sopro”, escreveu.

Amiga de Brenner, Maria Gabriela Ramalho, 26, disse que o jovem saiu do Sol Nascente, onde morava, por volta das 15h e iria encontrar com amigos na Lagoa Formosa. Segundo a empresária, a moça que estava no jet sky não era amiga de Brenner e não sabia pilotar. “Ela fez uma curva brusca, tipo um cavalo de pau e ele caiu”, afirma.

  • Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) Reprodução/Redes Sociais
  • Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) Reprodução/Redes Sociais
  • Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) Reprodução/Redes Sociais
  • Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) Reprodução/Redes Sociais
  • Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) Reprodução/Redes Sociais
  • Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) Reprodução/Redes Sociais
  • Brenner André, 25 anos, morreu afogado após um acidente com jet ski, na Lagoa Formosa, em Planaltina (GO) Reprodução/Redes Sociais

Além disso, segundo Maria Gabriela, a condutora não estava com a chave enrolada no pulso, com isso, quando caíram a chave continuou na ignição. “O jet sky ficou rodando e fazendo ondas, nisso ele se afogou e o corpo dele sumiu no lago”, relata a amiga da vítima.

O corpo do jovem foi encontrado por militares do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO). As equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) também prestaram apoio e, ao chegarem ao local, foram informados por pessoas que estavam presentes no momento do acidente que a dupla não estaria utilizando coletes salva-vidas no momento em que o veículo tombou. “O Brenner não sabia nadar e da última vez que estivemos no local, ele se recusou a entrar na água sem colete por medo. Por isso não entendemos o que aconteceu”, argumenta Gabriela.

Ainda de acordo com informações da corporação, após a queda na água, os dois tiveram dificuldade em se manter boiando na lagoa. “Pessoas que estavam próximas ao acidente conseguiram socorrer e retirar a moça. Entretanto, o rapaz não teve a mesma sorte”, informou a corporação. O corpo de Brenner foi encontrado por volta das 20h50.

Ajuda

A família de Brenner André pede ajuda para custear o traslado do corpo e sepultamento do rapaz. Brenner morava no Sol Nascente com a mãe e os dois estavam desempregados. “Eles precisam para a funerária para trazer o corpo para o DF e também os valores cobrados pelo cemitério, já que a família ainda não tem cova”, explicou a amiga do rapaz. Na tarde desta segunda-feira (2/5), familiares devem ir até o IML de Formosa, fazer o reconhecimento do corpo.

Melhor amiga de Brenner, Maria Gabriela conta que o jovem era apaixonado por viver e muito querido entre os amigos. “Ele era muito querido, muito alegre e animado. O que podia e não podia ele fazia para todo mundo ficar bem, era meu melhor amigo e irmão. Vamos sentir muita falta”, lamenta. Qualquer ajuda, procurar Elizete Trindade (61 983775881).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE