Briga de trânsito

Motorista é presa no DF após apontar espingarda para outra condutora

Caso ocorreu por volta das 12h dessa quinta-feira (12/5), em Ceilândia Centro. No local, policiais militares encontraram a arma no porta malas da suspeita

Pedro Marra
postado em 13/05/2022 18:26
Grupo Tático Operacional 30, da Polícia Militar do DF, apreendeu espingarda de motorista durante briga de trânsito -  (crédito: PMDF/Divulgação)
Grupo Tático Operacional 30, da Polícia Militar do DF, apreendeu espingarda de motorista durante briga de trânsito - (crédito: PMDF/Divulgação)

Uma motorista foi presa, por volta das 12h desta quinta-feira (12/5), em Ceilândia Norte, após apontar uma espingarda na direção de outra condutora durante uma briga de trânsito. A motivação da discussão se deu devido a uma fechada feita pela vítima.

Após denúncia anônima, policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTOP) chegaram ao local e detiveram a mulher em flagrante, no momento em que ela retirava a espingarda do porta-malas.

A abordagem policial ocorreu na QNP 19, perto da Praça da Bíblia. A mulher foi presa em flagrante e conduzida à 15ª Delegacia de Polícia, da região. O caso foi registrado como porte ilegal de arma de fogo. 

Caso parecido em Águas Claras

Um vídeo que circulou nas redes sociais em 9 de fevereiro deste ano mostra o momento em que um servidor das Forças Armadas, na rotatória da universidade Unieuro, em Águas Claras, aponta um revólver para dois jovens, de 21 e 25 anos. As filmagens, gravadas por um morador da cidade, mostra quando o homem rende as duas vítimas no gramado do balão e começa a revistá-los com vários xingamentos.

À época, segundo a Polícia Civil do DF, o caso ocorreu por volta das 20h40 de 8 de fevereiro. No vídeo, o homem armado, que ainda não foi identificado, dirigia um Nissan Versa branco, e disse, de acordo com as filmagens, ter levado uma fechada de trânsito. Por isso, decidiu abordar o veículo onde os jovens estavam.

Aos policiais, os jovens disseram que o homem tirou o revólver e apontou para um deles, com o carro ainda em movimento, e ordenou para que parasse o veículo. "Não usa a porr# do celular (no trânsito). Você ia fazer eu capotar (o carro). Meu filho está ali dentro", disse.

Depois de chutar um dos rapazes, o homem “quase” arranca a porta do carro, aponta a arma, volta ao veículo e vai embora. Os jovens afirmaram aos policiais na 38ª DP (Vicente Pires) que desviaram de um buraco na via.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE