Auxílio

Duração do Cartão Prato Cheio é ampliada de seis para nove meses no DF

Cartão Prato Cheio passa a ter nove parcelas de R$ 250. O Governo do Distrito Federal aumentou o benefício por conta da crise econômica e social, agravada pela pandemia da covid-19

Correio Braziliense
postado em 13/05/2022 17:38
 (crédito: Credito:Sedes/Divulga??o)
(crédito: Credito:Sedes/Divulga??o)

A quantidade de parcelas do Cartão Prato Cheio aumentou de seis para nove nesta sexta-feira (13/5). A mudança foi anunciada pela Secretaria de Desenvolvimento Social do DF (Sedes), que oferece R$ 250 pelo uso do benefício. O motivo da ampliação, segundo o Governo do Distrito Federal (GDF), foi o agravamento das crises social e financeira, agravada pela pandemia da covid-19.

Neste novo período, as famílias beneficiadas do Prato Cheio também recebem a Cesta Verde, com frutas, legumes e verduras. A ampliação na concessão do benefício foi publicada na edição dessa quinta-feira (12/5) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

Para solicitar o cartão, é preciso ir a uma das 29 unidades do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), onde a pessoa com o Cadastro Único preenchido passará por atendimento socioassistencial. Atualmente, 35,2 mil famílias recebem o benefício do Prato Cheio. Novas concessões, de acordo com o texto publicado na última quinta-feira, dependem de disponibilidade orçamentária.

Há ainda 4,7 mil famílias que não buscaram os cartões nas agências do BRB. O prazo para a retirada e o desbloqueio dos cartões é de dois meses, contados a partir da disponibilização nas agências do banco, processo realizado entre 1º e 22 de abril. Para saber onde retirar o cartão, a pessoas deve acessar o aplicativo GDF Social ou o site www.gdfsocial.brb.com.br.

Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social do Distrito Federal (Sedes)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE