RECONHECIMENTO

Três empresas tecnológicas são premiadas no InovaAgroBrasília

Vencedores foram escolhidos por apresentarem as melhores ideia sobre o controle de pragas na produção rural e no campo

Arthur de Souza
postado em 21/05/2022 17:08
 (crédito: Carlos Vieira/CB)
(crédito: Carlos Vieira/CB)

Na tarde deste sábado (21/5), durante a Feira AgroBrasília, foram divulgados os vencedores do projeto InovaAgroBrasília, que teve como tema ideias inovadoras de controle biológico, para combate a pragas agrícolas e a insetos transmissores de doenças por meios de inimigos naturais.

Antes da divulgação dos vencedores, o coordenador do projeto, Ricardo Araújo, discursou incentivando os participantes que se inscreveram no InovaAgroBrasília. "Agradeço a todas as empresas que participaram da competição, considero todos vencedores", disse.

A grande campeã foi a Sardrones, representada por Gustavo Scarpari. A empresa trouxe uma proposta de dispersão de agentes biológicos e sementes na agricultura, por meio de drones e dispensers. Ele afirmou estar emocionado e surpreso com a conquista. "Estou com os olhos cheios de lágrimas. Muito feliz e orgulhoso por ter ganhado essa competição de altíssimo nível", celebrou.

Na segunda colocação ficou a Moara, empresa do Distrito Federal que apresentou o projeto do BioPro Solo. Segundo o representante da empresa no evento, Fernando Silveira, o produto ajuda na solubilização de fósforo no solo, promove o crescimento da planta, tanto na raiz como na parte aérea, induz a resistência à seca e ajuda a planta na absorção tanto de água quanto de nutrientes.

O terceiro lugar também foi para o DF, desta vez com a Biotecland, que trabalha com uma tecnologia de micro-algas. Dágon Ribeiro, CEO da startup, afirmou que a ideia do projeto é criar uma agricultura sustentável. "Ela otimiza o crescimento vegetativo, melhora a qualidade do solo, promove a resistência das plantas e aumenta a produtividade", enumerou o gestor.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE