Profissionalização

Cursos profissionalizantes para mulheres em São Sebastião têm 420 vagas

Programa "Jornada da Mulher Trabalhadora" disponibiliza 420 vagas entre seis cursos de capacitação profissional na região administrativa

Correio Braziliense
postado em 24/05/2022 22:59
 (crédito: Diana Raeder/Esp. CB/D.A Press)
(crédito: Diana Raeder/Esp. CB/D.A Press)

A Secretaria do Trabalho do Distrito Federal (Setrab) abriu edital com 420 vagas para mulheres de São Sebastião fazerem cursos profissionalizantes. Publicado nesta terça-feira (24/5), o projeto “Jornada da Mulher Trabalhadora - São Sebastião” oferece cursos de qualificação em maquiagem profissional, secretariado administrativo, design de sobrancelhas, alongamento de unhas, cabeleireira profissional e informática básica.

A programação conta com turmas matutinas e vespertinas e é voltada para mulheres maiores de 16 anos com no mínimo ensino fundamental. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (27/5), de maneira presencial na Administração Regional de São Sebastião ou por meio do site da Secretaria.

A data de início das aulas - que acontecem no estacionamento do CAIC Unesco - só será informada após a fase de matrículas. No turno matutino, a classe é das 9h às 12h30, e no vespertino, das 13h30 às 17h. A carga horária do curso é de 80 horas/aula.

Na sequência da etapa de inscrição, será feito um ranqueamento entre as que preencherem o formulário, já que há grupos prioritários. Terão prioridade: beneficiárias do seguro-desemprego; trabalhadoras desempregadas; trabalhadoras empregadas em ocupações afetadas por processos de modernização tecnológica; beneficiárias de políticas de inclusão social, integração e desenvolvimento regional e local; trabalhadoras de setores considerados estratégicos da economia; trabalhadoras cooperativadas ou empreendedoras individuais; pessoas com deficiências e idosas.

As aprovadas serão chamadas na Administração Regional de São Sebastião e deverão apresentar documentos como RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de escolaridade. Ao final do curso, aquelas que cumprirem a frequência mínima de 75% e tenham o aproveitamento mínimo de 60% vão receber o certificado, autenticado pela Setrab e pela entidade qualificadora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE