FÉ E RELIGIÃO

Dia Mundial da Oração: mulheres cristãs fazem celebração na Asa Sul

Desde 1887, a data é celebrada na primeira sexta-feira do mês de março. Celebração é um movimento que aproxima mulheres de várias raças, culturas e tradições

Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília -  (crédito: Reprodução/Facebook/Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília (9 de junho de 2019))
Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília - (crédito: Reprodução/Facebook/Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília (9 de junho de 2019))
postado em 01/03/2024 06:00 / atualizado em 01/03/2024 13:12

Por um sistema de rodízio entre as igrejas cristãs, todos os anos mulheres elaboram a liturgia do Dia Mundial de Oração que, desde 1887 é celebrado na primeira sexta-feira do mês de março. Meses antes da guerra do Oriente Médio, a elaboração de preces, agradecimento e louvor a Deus foi feita em agosto do ano passado por mulheres cristãs da Palestina, que sequer sonhavam com os terríveis e mortais ataques que o seu povo vem sofrendo desde outubro de 2023.

Por isso se reveste de uma importância ainda maior e mais necessária a celebração ecumênica, que terá lugar hoje a partir das 19h30, na Igreja Evangélica de Confissão Luterana de Brasília (IECLB), situada nas Entrequadras Sul 405/406 Sul. Trata-se da manifestação de um movimento que aproxima mulheres de várias raças, culturas e tradições, estreitando o seu relacionamento, compreensão e trabalho.

Celebração ao Dia Mundial da Oração
Celebração ao Dia Mundial da Oração (foto: Divulgação)

Amparo mútuo

“Nesta noite, pessoas cristãs em cerca de 170 nações, comprometidas com a vida digna e a paz sonhadas por Deus, estarão com as mulheres palestinas, vivenciando o amparo mútuo que o verdadeiro amor desperta”, afirma o Pastor Everton Knaul, da Igreja Luterana. Ele ressalta que as portas do templo da Asa Sul estarão abertas aos cristãos de todas as denominações.

O tema do Dia Mundial de Oração de 2024 é inspirado em Efésios 4, versos 1 a 7, que dispõe sobre a comunhão que edifica a comunidade, “pois há um só corpo, um só espírito, uma só esperança. O convívio está fundamentado no amor em suportai-vos uns aos outros”, destaca o anúncio do DMO. Por isto o tema insiste na “paz que deve ser a realidade a ser construída na Palestina, em Israel e no mundo”.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação