Separação

Gusttavo Lima após separação: "Questione o que não está bom, arrume"

Cantor se pronunciou: "Pergunte a si mesmo se está feliz"

Correio Braziliense
postado em 13/10/2020 17:56 / atualizado em 13/10/2020 17:56
 (crédito: MarcelBianchi/Divulgação)
(crédito: MarcelBianchi/Divulgação)

O cantor Gusttavo Lima se pronunciou, nesta terça-feira (13/10), pela primeira vez depois da separação com a influencer Andressa Suíta. Pelo Twitter, o sertanejo escreveu uma mensagem que foi interpretada por muitos como uma resposta para o depoimento de Suíta. 

"Questione o que não está bom, arrume, modifique. Não tenha medo de ser sincero com você e com todos, dê um passo atrás se for preciso, não tenha medo de recomeçar. Vai doer, mas é preciso. Olhe no espelho e seja sincero com você, diga, em alto e bom som, o que sente na alma e no coração. Pergunte a si mesmo se está feliz", escreveu. 

No relato de Suíta, a relação teria acabado sem motivo aparente. Ela disse que ficou sabendo do término de madrugada e que não teria tido chance de falar nada.

"Até o domingo passado, estava tudo bem. A gente tinha acabado de chegar de uma viagem familiar. E na madrugada de domingo para segunda, eu fui acordada e comunicada que não dava mais para a gente continuar como um casal. Sem qualquer queixa, sem nenhum motivo e sem abertura para eu poder salvar o nosso casamento", disse.

Comparação com Luísa Sonza 

Após o depoimento da influencer Andressa Suíta sobre como foi a separação com o cantor Gusttavo Lima, Luísa Sonza foi parar nos Trends Topics do Twitter, nesta terça-feira (13/10). Os internautas saíram em defesa da dona do hit Toma ao comparar a reação da internet com quando ela se separou do humorista Whindersson Nunes.

Em abril deste ano, o casal anunciou a separação e Luísa Sonza foi bombardeada de ataques, sendo acusada de traição.

Os internautas agora questionam o porquê do não aconteceu a mesma coisa com Gusttavo Lima. "E aí, vão julgar Gusttavo Lima igual fizeram com a Luísa Sonza? Ou o cancelamento de vocês é seletivo?", questionou uma usuária do Twitter.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação