Cinema

Continuação de 'Pantera Negra' ainda não foi definida

'Ainda estamos em luto pelo Chad', diz Letitia Wright sobre a sequência do filme após a morte de Chadwick Boseman, o protagonista

Correio Braziliense
postado em 20/10/2020 16:45 / atualizado em 20/10/2020 16:46
 (crédito: Disney/Divulgação)
(crédito: Disney/Divulgação)

Em luto por Chadwick Boseman, o Pantera Negra, Letitia Wright afirmou que o momento não é o ideal para pensar em uma continuação para o filme. A atriz que interpreta a Shuri, irmã do rei, é a principal aposta do público como sucessora do T’Challa, já que nos quadrinhos a personagem dela carregou o manto do herói.

Em entrevista à Net-a-Porter, Letitia esclareceu que a segunda parte ainda não foi definida pelo período de luto que a produção está vivendo. “Ainda estamos em luto pelo Chad, então não é algo que eu quero pensar sobre. Só de imaginar fazer o filme sem ele é meio estranho. Nós estamos apenas de luto no momento, então tentaremos encontrar uma luz no meio disso”, explicou.

Pantera Negra foi um sucesso nas bilheterias, arrecadando mais de U$ 1,3 bilhão ao redor do mundo, além de ser indicado a sete Oscar. A grande recepção do público fez que com rapidamente a segunda parte fosse anunciada, e até então estava com estreia prevista para maio de 2022, mas a data deve ser alterada em ocorrência da morte de Boseman e também dos atrasos da Marvel por causa do coronavírus.

Último filme de Chadwick Boseman

A voz suprema do blues, produzido pela Netflix, foi o último filme gravado por Chadwick Boseman em vida. O longa conta a história da gravação de um disco de Ma Rainey, interpretada por Viola Davis, enquanto o eterno Pantera Negra interpreta um trompetista chamado Levee. O trailer foi divulgado pela plataforma na última segunda-feira (19/10).

Morte inesperada

Chadwick Boseman morreu em 28 de agosto, aos 42 anos, em decorrência de um câncer de cólon, mantido em segredo durante quatro anos. A morte do astro de Pantera Negra, muito conhecido pelo talento e representatividade no cinema, gerou grande comoção.

Na ocasião, além da grande emoção por parte do público, artistas também se emocionaram com a morte. Whoopi Goldberg, por exemplo, solicitou à Disney que construísse um parque temático de Wakanda em homenagem a Boseman. Apesar de não se manifestar sobre o pedido, um mural foi pintado em tributo ao ator no espaço Downtown Disney.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação