Desabafo

Cantora Pabllo Vittar acusa a plataforma YouTube de censura

Cantora e drag queen questiona a plataforma por ter tido que alterar o nome do clipe 'Bandida' e compara com o lançamento de 'Bandido', de Zé Felipe

Maria Dulce Miranda - Estado de Minas
postado em 05/07/2022 14:04
 (crédito:  Reprodução/ Redes sociais )
(crédito: Reprodução/ Redes sociais )

A cantora Pabllo Vittar usou as redes sociais para questionar as diretrizes do YouTube Brasil. No vídeo, ela afirma ter tido que alterar o nome da música ‘Bandida” e compara com o lançamento do cantor Zé Felipe, bandido.

Pabllo começa o vídeo questionando: “Lembra quando eu lancei ‘Bandida’ e o YouTube me restringiu, fazendo eu colocar um asterisco no final de bandida? Então, Zé Felipe acabou de lançar uma música que chama Bandido”, aponta. Em seguida, Vittar afirma que gosta da música do sertanejo, mas que ele não teve nenhum problema com a plataforma. “Tá escrito lá, ‘Bandido’, com todas as letras. Eu só fico muito triste quando vejo essa discrepância, já que as diretrizes são iguais para todos. Por que comigo sempre é assim?”, questiona.


A mãe do filho de Leonardo chegou a afirmar que Pabllo teria se posicionado por inveja ou admiração ao cantor, mesmo com a drag queen afirmando que gostava da música.

Bandida x Bandido


Lançada no final de 2020, ‘Bandida’ é uma parceria de Pabllo Vittar com Pocah. O hit conta com o sample de ‘Ai, como eu tô bandida’, da MC Mayara.


Após o lançamento, o clipe de Pabllo e Pocah foi restringido na pesquisa do YouTube por utilizar a palavra "bandida". O vídeo não aparecia na barra de pesquisas nem nos vídeos em alta. A artista então alterou o título para "Bandid*", como permanece até hoje. Com mais de 71 milhões de visualizações, o vídeo tem diversos comentários apontando o suposto boicote do YouTube.


Vale destacar que a música não possui palavrões ou termos censurados. Também não há restrição de idade para acesso ao clipe.

Enquanto isso, o lançamento de Zé Felipe e Mc Maria chegou na plataforma em junho, sem nenhum tipo de problema na divulgação da música. Com 31 milhões de visualizações, ‘Bandido’ atingiu o topo do Spotify e está em alta no TikTok e no Instagram.

Com uma coreografia fácil, o hit tem a palavra “putaria” no refrão, o que poderia causar algum tipo de restrição na plataforma. MC Maria chegou a se pronunciar dizendo que não concorda com as diretrizes do Youtube. “As diretrizes devem ser iguais a todos”, afirmou.

 

Nas redes sociais, o desabafo de Pabllo fez com que os fãs subissem a tag “Free Bandida”, em referência ao movimento “free Britney”.


 

Em nota, o YouTube Brasil esclarece que "nunca houve um direcionamento da plataforma com relação à adição de um asterisco no título do videoclipe 'Bandida' da cantora Pabllo Vittar. O referido trabalho da cantora tem, inclusive, um excelente desempenho na plataforma, com mais de 71 milhões de visualizações. O YouTube está em contato com a equipe da cantora para esclarecer o ocorrido e demais dúvidas."

 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE