POesia

Morre o poeta Eudoro Augusto, aos 80 anos

Eudoro Augusto morreu na manhã desta quarta-feira (28/2). Referência da poesia marginal, ele era autor de 11 livros e tinha como tema o amor e romantismo

Poeta Eudoro Augusto.  -  (crédito:  Viola Júnior/Esp.CB/D.A Press)
Poeta Eudoro Augusto. - (crédito: Viola Júnior/Esp.CB/D.A Press)
postado em 28/02/2024 17:11

Morreu nesta quarta-feira (28/2), pela manhã, o poeta Eudoro Augusto. Autor de 11 livros, era um dos nomes de referência da poesia marginal dos anos 1970. Eudoro estava internado desde a semana passada no Hospital Sírio Libanês, em consequência de um câncer que apresentou metástase. A informação foi confirmada pela companheira de Eudoro, Marina Waisros Pereira, 59 anos. O poeta deixa dois filhos, Fernando e Luiza.

Formado em letras pela Universidade de Brasília (UnB), Eudoro era dono de uma poesia cheia de humor, ironia e brincadeiras com o leitor. O amor e o romantismo eram seus grandes temas. Nos anos 1970, publicou o primeiro livro, O ladrão de Tenerife, uma parceria com Afonso Henriques Neto. Anos depois publicaria Dia sim, dia não, com Chico Alvim. Entre os livros mais recentes estão os volumes da Trilogia do SudoesteNoite em claro (2011), Um estrago no paraíso (2008) e A natureza humana (2009).

Eudoro Augusto também foi o responsável pelo perfil musical da Rádio Câmara, na qual produziu cinco programas de música, gênero que adorava e conhecia muito bem. O velório será realizado nesta quinta-feira, entre as 12h e 12h30, no Jardim Metropolitano, em Valparaíso. No sábado (2/3), o Beirute Sul realiza, a partir das 13h, uma homenagem a Eudoro e Mira Alves, poeta morta em 20 de fevereiro.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação