Artes visuais

Bienal das Amazônias homenageia o artista Carlos Cruz-Diez com exposição

A exposição 'RGB: as cores do século' estará na capital paraense a partir do dia 15 de maio. Bienal tem proposta de dar visibilidade à arte produzida no Norte

A mostra presta homenagem ao centenário de nascimento do artista venezuelano  -  (crédito: Divulgação)
A mostra presta homenagem ao centenário de nascimento do artista venezuelano - (crédito: Divulgação)

A Bienal das Amazônias vai celebrar o centenário de nascimento do artista plástico venezuelano Carlos Cruz-Diez, com a exposição RGB: as cores do século. Conhecido por suas obras inovadoras no campo da arte cinética e óptica, Cruz-Diez ganha a primeira exposição individual no norte do Brasil. A mostra estará aberta ao público a partir do dia 15 de maio, no Centro Cultural Bienal das Amazônias (CCBA), em Belém. A Bienal das Amazônias tem como proposta dar visibilidade à produção artística do Norte.  

A última mostra do trabalho do artista no país, A liberdade da cor, foi realizada há cinco anos, em São Paulo. Concebida pelo Atelier Cruz-Diez, a exibição na capital paraense destaca a importância das raízes venezuelanas na produção do artista, com seus movimentos e evoluções. A curadoria é de Michel Gauthier, do Centre Pompidou, França.

Pintor e escultor, Carlos Cruz-Diez nasceu em 1923, em Caracas. Formou-se na Escola de Belas-Artes da capital venezuelana e mais tarde  expôs na 31ª Bienal de Veneza, retornando em 1970 e em 1986, quando foi convidado especial. Participou de vários eventos importantes das artes, teve seu trabalho exposto em museus e galerias de renome internacional e recebeu diversos prêmios. Em 2019, morreu aos 95 anos em Paris. 


 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

postado em 14/05/2024 15:08
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação