PRÉVIAS DO PSDB

PSDB: "São dois contra um", diz Leite sobre associação de Doria e Virgílio

O gaúcho vê com dificuldade aprovar a continuidade das prévias do PSDB em até 48h, a qual é defensor, se a questão tiver que ser decidida entre os candidatos

Cristiane Noberto
Tainá Andrade
Denise Rutemburg
postado em 22/11/2021 17:16
 (crédito: Gustavo Mansur)
(crédito: Gustavo Mansur)

O adiamento das prévias do PSDB acentuou a rixa dentro do partido. Sobretudo com a possibilidade dos candidatos terem que decidir o rumo do pleito: se pelo adiamento ou pela realização nas próximas 48h. Para o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, a questão é delicada, haja vista a união entre os outros dois tucanos, João Doria e Arthur Virgílio, que disputam a vaga na corrida presidencial pela sigla com ele.

“Como está desigual, né? Está clara a associação deles os dois [Doria e Virgílio] aí fica dois contra um. Tem dois candidatos unidos e estão entre eles arranjados, isso está muito claro. Agora se tornou evidente o que já se percebia pelas manifestações públicas, pelos debates. Enfim, uma associação entre duas candidaturas uma servindo a outra. Então, não tem como fazer a resolução, um acerto que não seja por consenso”, disse o governador gaúcho pouco antes da reunião que definirá o rumo das prévias.

Leite defendeu neste domingo que a votação seja retomada e concluída em até 48 horas, com segurança e com a garantia de que as pessoas conseguirão votar. 

"Fazer prévias nacionais, com tantas pessoas votando, serve para reduzir a possibilidade de denúncias. [...] Nós não queremos o adiamento de qualquer hora. Não queremos nem para o final de semana e menos ainda para fevereiro do ano que vem. Queremos a consolidação desse processo rapidamente, urgentemente aí nas próximas horas. Se tivéssemos prévias com urnas distribuídas, talvez tivéssemos diante de denúncias, de votações indevidas, de fraudes. A escolha do aplicativo foi para dar mais segurança. Logo o problema técnico será superado e a gente vai concluir esse processo", afirmou.

Sem consenso

A Executiva Nacional do PSDB está reunida, em Brasília, desde às 14h, com os três candidatos e a equipe técnica responsável pelo desenvolvimento do aplicativo. Em um pequeno intervalo, o senador José Aníbal (SP) afirmou que a reunião ainda está sem conclusão. “Não chegaram a conclusão nenhuma ainda. Apenas esclareceram sobre as falhas do aplicativo”, disse.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE