Terceira via

Leite e Simone Tebet se encontram para discussão de chapa para eleições

Ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite foi até o gabinete da senadora Simone Tebet nesta quarta-feira (6/4) para debater projeto para as eleições de outubro

Taísa Medeiros
postado em 06/04/2022 17:32 / atualizado em 06/04/2022 17:32
 (crédito: ASCOM/Simone Tebet)
(crédito: ASCOM/Simone Tebet)

Após as recentes sinalizações de que o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB-RS) poderia ser vice da chapa com a senadora e pré-candidata ao Planalto, Simone Tebet (MDB-MS), o tucano foi até o gabinete da parlamentar para alinhamento do projeto. Na chegada, Leite conversou com a imprensa, afirmando estar disposto a ponderar e debater o projeto, mas reiterou que não existe “terceira via”.

“Não existe terceira via, existe a primeira via, essa que busca entendimento. Estamos dialogando, estamos discutindo. Eu vejo nela [Simone] o mesmo sentimento que eu tenho, que é trabalhar para o Brasil melhorar. Nós vamos construir um futuro pro Brasil, tenho convicção, a partir do entendimento entre esses partidos. O amor ao Brasil é maior do que qualquer projeto pessoal”, disse o ex-governador.

A respeito do debate sobre o nome que encabeçará a chapa, Leite afirmou que “não há preferência”.

“É legítimo que cada um busque trabalhar o seu nome como líder do projeto. Há muitas pessoas que entendem que eu tenho a capacidade de liderar o projeto, mas não é sobre esse momento de quem ainda vai liderar. A gente tem que discutir o próprio projeto, a agenda, onde que a gente converge. Após, veremos quem é que vai capitanear esse projeto para poder ajudar a furar a polarização, que divide o país e não permite que a gente se desprenda do passado e de um presente ruim, em favor de um futuro”, frisou.

Moro

Quando questionado sobre o diálogo com o ex-ministro Sergio Moro, Leite o definiu como “uma figura importante” e admitiu que conversas vêm acontecendo. “Mas a decisão não é nossa, é dos nossos partidos, das lideranças políticas, não somos nós quem definimos.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE