Relações Exteriores

Lula fala com premiê da Malásia sobre interesse em semicondutores

Ambos os chefes defenderam, nesta sexta (9/2), a necessidade de um cessar-fogo na Faixa de Gaza e de reforma nas instituições globais de governança, como a ONU

O presidente Lula convidou o primeiro-ministro da Malásia para uma visita ao Brasil no fim do ano, à época da Cúpula do G20 -  (crédito: Ricardo Stuckert / PR)
O presidente Lula convidou o primeiro-ministro da Malásia para uma visita ao Brasil no fim do ano, à época da Cúpula do G20 - (crédito: Ricardo Stuckert / PR)
postado em 09/02/2024 14:59

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou nesta sexta-feira (9/2), por telefone, com o primeiro-ministro da Malásia, Anwar Ibrahim. De acordo com o Planalto, os dois chefes discutiram a ampliação das relações comerciais entre os países, além de outros temas da agenda internacional, como a guerra entre Israel e o grupo extremista Hamas.

Lula também convidou Ibrahim para uma visita ao Brasil no fim do ano, perto da época em que o país sedia a Cúpula de Chefes de Estado do G20, no Rio de Janeiro. Um dos focos do interesse brasileiro são parcerias com a Malásia no setor de semicondutores, já que o país asiático sedia seis das 12 maiores empresas do ramo.

"Vamos ter o G20 este ano e um dos grandes temas que será discutido é a questão da desigualdade, da fome e da pobreza. E é um problema sempre difícil porque depende única e exclusivamente das lideranças para acabar com a fome. No Brasil, nos esforçamos muito para acabar com a fome de 33 milhões de pessoas", disse Lula. 

Energia limpa

O petista também destacou, na conversa, as ações do país por uma transição energética. A estatal Petronas, na Malásia, tem mais de R$ 24 bilhões em investimentos do Brasil. "Realmente, temos problemas parecidos e investimos muito nas energias renováveis e hidrogênio verde", comentou Amwar Ibrahim.

Os dois chefes concordaram ainda sobre a necessidade de reforma dos órgãos mundiais de governança, como a Organização das Nações Unidas (ONU), e sobre a necessidade de um cessar-fogo na Faixa de Gaza. Conforme divulgado pelo Planalto, o primeiro-ministro da Malásia elogiou a ação internacional do Brasil contra problemas sociais, como o combate à fome, e saudou a presidência brasileira no G20.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação