Beleza

Tomar vitamina para cabelo e unhas funciona mesmo? Entenda indicações

Coloridas, saborosas e em formatos diversos, as gomas que prometem unhas e fios saudáveis tornaram-se as queridinhas das influenciadoras. Mas será que realmente são eficientes?

Letícia Mouhamad*
postado em 24/04/2022 08:00
As gomas, famosas entre as celebridades, se assemelham bastante a balas, o que, apesar de bonito, pode ser um problema -  (crédito: Instagram/Reprodução)
As gomas, famosas entre as celebridades, se assemelham bastante a balas, o que, apesar de bonito, pode ser um problema - (crédito: Instagram/Reprodução)

Pentear as madeixas e deparar-se com tufos de fios na escova pode ser bastante frustrante para quem deseja deixar os cabelos crescerem ou, ao menos, pretende mantê-los saudáveis. O mesmo vale para as unhas quebradiças e danificadas. Sabe-se que no mercado existem inúmeras opções de suplementos que prometem combater esses problemas e, com frequência, têm a eficácia validada por celebridades e influenciadores. Mas, afinal, vale a pena investir nesse consumo?

Antes de tudo, é essencial investigar o porquê dessas mudanças, já que nem sempre o enfraquecimento das unhas e do cabelo tem relação com a falta de vitaminas no organismo. Outras possíveis causas podem envolver condições genéticas, como a alopecia; menopausa e andropausa; uso de produtos químicos nos fios, como alisantes; problemas na tireoide e anemia.

A médica dermatologista Caroline Anjo, da Clínica Belabia e Derma Perfecta, lembra, ainda, que os eflúvios — pós-covid, pós-dengue, pós-cirurgia, pós-estresse, pós-parto — são fatores desencadeantes desses problemas e seus efeitos no cabelo e nas unhas podem durar até um ano após o ocorrido. Além disso, hábitos inadequados têm peso: dormir com as madeixas molhadas, aplicar condicionador no couro cabeludo, usar boné ou chapéu por muito tempo, não hidratar os fios e as unhas e não retirar o esmalte.

Em contrapartida, quando a razão da queda de cabelo e das unhas danificadas estiver relacionada à carência nutricional, os suplementos em formatos de cápsulas e gomas poderão ser eficientes, com a condição de a alimentação ser rotineiramente balanceada, como explica a nutricionista Cynara Oliveira, supervisora de Nutrição do Hospital Santa Lúcia. Isso porque, caso o organismo não tenha a quantidade necessária de vitaminas e minerais, as substâncias presentes nesses produtos serão direcionadas para deficiências mais urgentes do corpo e não cumprirão com sua finalidade inicial.

As características das gomas, muito semelhantes a balas, também merecem atenção, visto que podem induzir ao consumo desenfreado, trazendo mais problemas do que soluções. Ademais, em algumas composições nutricionais, podem constar elementos pouco saudáveis. "Do que adianta suplementar minerais, mas ingerir açúcar, xarope e conservantes? Neste caso, é preferível optar pelos formatos em cápsulas", alerta a nutricionista.

Em concordância, Caroline Anjo ressalta que, em casos de carência nutricional, o ideal é manipular fórmulas individuais para os pacientes, a fim de incluir dosagens mais elevadas de vitaminas e aminoácidos necessários. Para Flávia Ribeiro, farmacêutica e sócia-fundadora da Quality Farmácia de Manipulação, observar os rótulos dos fármacos industrializados é fundamental, atentando-se, principalmente, para a presença de biotina, vitaminas A, C, D, E e do complexo B, minerais zinco e silício.

Resumidamente, as cápsulas e gomas funcionam? Bem, depende da raiz do problema e dos hábitos alimentares. O mais importante é procurar orientação médica e realizar os exames adequados. E lembre-se: jamais é recomendado se automedicar, pois o que pode funcionar para um paciente, talvez não tenha eficácia para outro.

A raiz do problema

Quando a estudante de biomedicina Mariana Rios notou a queda capilar acentuada e as unhas quebradiças, as suposições logo vieram à tona: provavelmente estavam relacionadas ao seu quadro de anemia ferropriva grave, do qual já estava se recuperando, e ao pós-covid. Além disso, o fato de usar o secador mais vezes do que o indicado e de herdar da família fios finos e com pouco volume resolveram a charada.

As possibilidades de tratamentos surgiram na consulta com a dermatologista, que indicou sessões de mesoterapia e medicamentos manipulados, consumidos por três meses, em 2021. Sobre os efeitos, Mariana cita apenas benefícios, que incluem o crescimento acelerado das madeixas e o fortalecimento das mesmas. "Meus fios ficaram mais densos, com mais brilho e mais resistentes. Percebi também a diminuição da queda, além do desenvolvimento de novos fios onde eu tinha menos cabelo", conta. A satisfação aumentou com os olhares e elogios das pessoas próximas.

Mariana antes de iniciar o tratamento com suplementos manipulados
Mariana antes de iniciar o tratamento com suplementos manipulados (foto: Fotos: Arquivo pessoal)

Mariana depois do tratamento com suplementos manipulados: resultado visível
Mariana depois do tratamento com suplementos manipulados: resultado visível (foto: Arquivo pessoal)

Antes de iniciar o procedimento direcionado às causas do problema, a jovem relata ter tomado os famosos suplementos industrializados por alguns meses. Os resultados foram positivos apenas nas unhas, mas, para ela, não chegaram a ser um terço daqueles alcançados com o tratamento individualizado. Hoje, apesar de estar com o cabelo saudável, pretende passar pela intervenção novamente para manter a saúde dos fios.

Para a estudante de odontologia Marina Lopes, a eficácia das cápsulas comerciais esbarrou na dúvida se o crescimento do cabelo se deu, de fato, aos suplementos, aos cuidados que aumentaram consideravelmente neste período ou aos dois fatores. No geral, ela notou diferenças, especialmente nas unhas, que ficaram mais fortalecidas. A decisão em começar o tratamento se deu pelas dificuldades capilares, relacionadas ao lento desenvolvimento dos fios, além destes estarem quebradiços.

Marina Lopes acredita  que o uso das cápsulas pode trazer resultados positivos
Marina Lopes acredita que o uso das cápsulas pode trazer resultados positivos (foto: Arquivo pessoal)

Entre as razões dos problemas, a jovem cita o uso exagerado da chapinha. Mas, posteriormente, ao realizar exames e se consultar, descobriu estar também com deficiência em algumas vitaminas, que foram supridas com medicamentos manipulados. "Em geral, não vi muita diferença tomando o recomendado pelo médico e as cápsulas que ingeri por conta própria. Então, recomendo estas últimas também, foram benéficas para mim", finaliza.

*Estagiária sob a supervisão de Sibele Negromonte

  • As gomas, famosas entre as celebridades, 
se assemelham bastante a balas, o que, apesar de bonito, pode ser um problema
    As gomas, famosas entre as celebridades, se assemelham bastante a balas, o que, apesar de bonito, pode ser um problema Foto: Instagram/Reprodução
  • Mariana antes de iniciar o tratamento com suplementos manipulados
    Mariana antes de iniciar o tratamento com suplementos manipulados Foto: Fotos: Arquivo pessoal
  • Mariana Rios recomenda o tratamento individualizado para tratar os problemas capilares
    Mariana Rios recomenda o tratamento individualizado para tratar os problemas capilares Foto: Fotos: Arquivo pessoal
  • Mariana depois do tratamento com suplementos manipulados: resultado visível
    Mariana depois do tratamento com suplementos manipulados: resultado visível Foto: Arquivo pessoal
  • Marina Lopes acredita 
que o uso das cápsulas pode trazer resultados positivos
    Marina Lopes acredita que o uso das cápsulas pode trazer resultados positivos Foto: Arquivo pessoal
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE