Publicidade

Correio Braziliense

CCXP: Confira o balanço da edição de 2019 da convenção em São Paulo

No ano que vem, a Comic Con Experience terá uma versão em cruzeiro também


postado em 10/12/2019 10:14

A Netflix surpreendeu com Henry Cavill e Lauren Schmidt Hissrich, de The witcher(foto: Netflix/Divulgação)
A Netflix surpreendeu com Henry Cavill e Lauren Schmidt Hissrich, de The witcher (foto: Netflix/Divulgação)

A Comic Con Experience (CCXP) terminou no último domingo se firmando de vez no cenário nerd e geek brasileiro. Em sua sexta edição, a feira mostrou que tem força para trazer grandes estrelas, exibir conteúdos exclusivos de estúdios consagrados e entreter o público com atrações interativas. Este ano, a convenção trouxe nomes como Henry Cavill, Gal Gadot, Ryan Reynolds, Alba Flores, Margot Robbie, Kevin Feige, Daisy Ridley e Frank Miller.

Três momentos podem ser apontados como os mais marcantes da sexta edição. O primeiro aconteceu no sábado, dia totalmente dedicado a conteúdos do estúdio Disney, que começou com a pré-estreia de Frozen 2 e seguiu com destaques para Marvel e Star wars. Kevin Feige, conhecido como o “chefão da Marvel”, contou detalhes sobre os filmes Viúva Negra (com estreia em 30 de abril) e Eternos (4 de novembro) e ainda anunciou a previsão de chegada do Disney+, serviço de streaming do estúdio, ao Brasil, que desembarca por aqui no segundo semestre de 2020. Em seguida, o diretor J.J. Abrams, ao lado do elenco de Star wars, formado por Daisy Ridley, John Boyega e Oscar Isaac, compartilhou 10 minutos de Ascensão Skywalker, que chega aos cinemas em 19 de dezembro.

Os dois outros foram reservados para o domingo. A começar pela surpresa da Netflix, que trouxe Henry Cavill, protagonista de The witcher, série a ser lançada em 20 de dezembro no serviço. Ovacionado, o artista deu detalhes do seriado que é inspirado na série de livros homônimos de Andrzej Sapkowski. O serviço de streaming ainda viu o público ir à loucura com a chegada dos “assaltantes” de La casa de papel. Pedro Alonso (Berlim), Alba Flores (Nairóbi), Darko Peric (Helsinque), Rodrigo de la Serna (Palermo) e Esther Acebo (Estocolmo) aproveitaram a presença para anunciar a data de estreia da Parte 4: 3 de abril.

Mas o ápice mesmo foi com o painel da Mulher-Maravilha 1984, que iluminou o Auditório Cinermark com braceletes que reagiam aos barulhos e interagiam com os vídeos exibidos nos telões. O momento em que Patty Jenkins e Gal Gadot subiram ao palco ainda marcou a primeira vez que a CCXP teve transmissão mundial no Twitter. O painel da feira foi exibido ao vivo pela página oficial do filme, com o objetivo de lançar oficialmente o primeiro trailer do longa-metragem.

Ao longo dos quatro dias, outros estúdios também marcaram presença. A Globoplay e Amazon Prime Vídeo levaram os elencos das principais produções. O on-demand brasileiro apostou em As five, Eu, a Vó e a Boi e Onde está meu coraçãoA plataforma estrangeira apostou em The Boys, atração de maior sucesso no Brasil, além de The expanse e Star Trek: Picard. A convenção ainda teve a exibição de Playmobil: O filme, que estreia em 19 de dezembro.

Do lado de fora dos auditórios, como já virou tradição, os estandes dos estúdios e marcas apostaram nas atividades interativas. Entre as mais elogiadas e concorridas estão o treinamento Jedi, de Star wars, e o café Central Park, de Friends, dos estúdios Disney e Warner Bros, respectivamente. No Artists’ alley, que esse ano teve mais de 500 quadrinistas, a sensação ficou por conta do álbum de figurinhas, uma iniciativa de alguns artistas para incentivar que o público fosse a diferentes mesas e conhecesse os trabalhos expostos, muitos feitos exclusivamente para a feira.

Futuro da CCXP


Os desafios para as próximas edições estão em evitar conflitos com os fãs em uma versão tão grande. A CCXP recebeu 280 mil pessoas em quatro dias. As maiores reclamações estão ligadas às filas, principalmente as do Auditório Cinermark que, no sábado e no domingo, costumam contar com parte do público acampando para garantir vaga.

Sem ter como crescer em São Paulo, a Comic Con Experience, que já passou por Recife de forma itinerante e por Colônia, na Alemanha, terá uma versão em um cruzeiro. Batizada de CCXP Cruise, a convenção a bordo do navio MSC Preziosa será realizada em março de 2021, repleta de conteúdos dos universos dos quadrinhos, games, cinema, séries e cosplays. Os pacotes do CCXP Cruise começam a ser vendidos pelo site oficial (http://cruise.ccxp.com.br) a partir de hoje (10/12, terça). O cruzeiro tem saída de Santos e segue até Búzios, com liberdade para mudar de trajeto de acordo com o sol. 

Entre as atrações confirmadas estão fotos e autógrafos com artistas convidados, artists’ Alley, quatro dias de conteúdos no Thunder Theater on board, painéis e entrevistas no deck da piscina, exibição de filmes e maratonas de séries, cosplay universe, concurso de cosplay, jantares temáticos, palco de influenciadores, palco do Omelete On Board e cabines temáticas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade