Deslizamento

Brumadinho: Vale é condenada a pagar 100 milhões em indenização

O dinheiro será destinado aos familiares dos trabalhadores que morreram no deslizamento; A empresa ainda pode recorrer da decisão

Camilla Germano
postado em 21/11/2021 14:11 / atualizado em 21/11/2021 14:12
 (crédito: Divulga??o)
(crédito: Divulga??o)

A mineradora da Vale foi condenada a pagar indenização de R$ 100 milhões para famílias de trabalhadores vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, em janeiro de 2019, incluindo os de empresas terceirizadas. A decisão é pela 5ª Vara do Trabalho de Betim.

Em nota, a empresa afirmou que tem realizado acordos com as famílias afetadas pela tragédia. "A Vale está atenta à situação dos atingidos pelo rompimento da barragem B1 e, por esse motivo, vem realizando acordos com os familiares dos trabalhadores desde 2019, a fim de garantir uma reparação rápida e integral. As indenizações trabalhistas têm como base o acordo assinado entre a empresa e o Ministério Público do Trabalho, com a participação dos sindicatos, que determina que pais, cônjuges ou companheiros(as), filhos(as) e irmãos (ãs) de trabalhadores falecidos recebem, individualmente, indenização por dano moral", afirma.

A ação foi julgada em primeira Instância e ainda cabe recurso. Ainda de acordo com a nota, a empresa analisará a decisão proferida pela 5ª Vara.

Para a juíza Vivianne Correa, responsável pelo processo, a mineradora foi culpada pela tragédia de Brumadinho por conhecer os riscos de rompimento da barragem. Correa afirmou que a mineradora agiu com negligência ao escolheu correr o risco.

Anteriormente, a empresa tinha sido condenada a pagar R$ 1 milhão por cada trabalhador morto em Brumadinho. A indenização incluía os familiares dos trabalhadores diretos da mineradora vitimados pelo acidente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE