Maranhão

Piloto morre em queda de helicóptero no Maranhão; ele era o único tripulante

Após a queda, o helicóptero pegou fogo e o piloto morreu carbonizado no local do acidente

A aeronave era do modelo Róbson 44 e teria sido modificada para realizar pulverização agrícola; imagem ilustrativa -  (crédito: Isaac Benhesed/Unsplash)
A aeronave era do modelo Róbson 44 e teria sido modificada para realizar pulverização agrícola; imagem ilustrativa - (crédito: Isaac Benhesed/Unsplash)
postado em 03/01/2024 10:46

Um piloto, que fazia pulverização de veneno em um matagal dentro da área da própria fazenda, em Santa Luzia, cidade a 294 km de São Luís, morreu após a queda do helicóptero em que estava, na manhã de terça-feira (2/1). Ele era o único tripulante.

De acordo com o g1, o piloto foi identificado como José Rondinelle da Encarnação Rodrigues, de 43 anos. Já a aeronave era do modelo Róbson 44 e teria sido modificada para realizar pulverização agrícola e estava a serviço da fazenda Agro-Maratá.

Após a queda, o helicóptero pegou fogo e o piloto morreu carbonizado no local do acidente. As causas do acidente ainda não foram divulgadas.

Uma equipe do Centro Tático Aéreo (CTA) foi até o local com peritos do Instituto Médico Legal (IML) para fazer o resgate, mas o homem não resistiu aos ferimentos.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou ao g1 que a aeronave foi fabricada em 1998 e pertencia à José, contudo, estava com operação negada para táxi aéreo. O Certificado de Aeronavegabilidade do helicóptero estava suspenso e vencido desde agosto de 2020.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->