SÃO PAULO

Viúva de membro do PCC, "Japa do Crime" é presa por lavagem de dinheiro

Karen de Moura Tanaka Moris, é viúva de Wagner Ferreira da Silva, o "Cabelo Duro", ex líder do PCC

Karen de Moura Tanaka Moris -  (crédito: Divulgação/Polícia Civil)
Karen de Moura Tanaka Moris - (crédito: Divulgação/Polícia Civil)
postado em 09/02/2024 10:55

A Polícia Civil prendeu Karen de Moura Tanaka Moris, conhecida como a “Japa do Crime”, suspeita de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas na Baixada Santista, em São Paulo. Karen é viúva de Wagner Ferreira da Silva, o "Cabelo Duro", um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC) executado a tiros em 2018.

As investigações começaram em junho de 2023 e apontaram Japa como uma das principais responsáveis pela lavagem de dinheiro do tráfico de drogas para a facção. Sua prisão foi anunciada durante entrevista coletiva realizada pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Guilherme Derrite, e pelo delegado-geral de São Paulo, Artur José Dian, na sede do Comando de Policiamento do Interior Seis (CPI-6), em Santos (SP).

Karen foi detida no apartamento dela no bairro Tatuapé, onde a polícia apreendeu R$ 1 milhão e 50 mil dólares, além de um veículo da marca Audi.

A operação também cumpriu três mandados de busca, sendo um em uma residência em Bertioga (SP), outro em um escritório virtual que era utilizado por Japa e o último no apartamento dela no bairro Tatuapé.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação