Caso Lázaro

Depois de duas horas na mata, polícia retorna à base de operações sem Lázaro

Por volta do meio-dia, equipes das forças de segurança se deslocaram para uma área de mata fechada em Girassol, distrito de Cocalzinho de Goiás. Às 14h30, as viaturas retornaram à base, sem o foragido

Samara Schwingel
postado em 21/06/2021 15:32
As forças de segurança fazem buscas na região de Cocalzinho -  (crédito: Minervino Junior/CB/DA Press)
As forças de segurança fazem buscas na região de Cocalzinho - (crédito: Minervino Junior/CB/DA Press)

Após iniciarem uma busca em uma área de mata fechada em Girassol (GO), distrito de Cocalzinho de Goiás, as forças de segurança que buscam por Lázaro Barbosa de Sousa, 32 anos, voltaram à base de operações. Viaturas, helicópteros e drones saíram da base por volta de 12h desta segunda-feira (21/6). Às 14h30, as equipes começaram a voltar, ainda sem o foragido.

Já são 13 dias de buscas pelo acusado de matar uma família inteira no Incra 9, em 9 de junho. Segundo informações oficiais da Secretaria de Segurança Pública de Goiás, as equipes têm um quadrante de ação definido e realizam buscas durante todo o dia. A área delimitada do atual cerco é de cerca de 10km.

Na mata, os agentes de segurança que estavam em viaturas e helicópteros, em certo momento, começaram a adentrar a mata à pé. Os agentes e a Secretaria de Segurança Pública do estado evitam passar detalhes para não comprometer a operação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE