Fugitivo

Preso que fugiu da Papuda e matou homem em PE é recapturado

Davi Lula, 28 anos, fugiu enquanto fazia trabalho na área externa do presídio. O detento foi encontrado escondido no SIA

Darcianne Diogo 
postado em 10/09/2021 14:22
 (crédito: Material cedido ao Correio)
(crédito: Material cedido ao Correio)

Em menos de 48 horas, policiais da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (Dpoe) recapturaram Davi Lula da Silva, 28 anos, fugitivo do Complexo Penitenciário da Papuda. O custodiado conseguiu pular a cerca enquanto realizava serviços de recolhimento de material nas dependências do antigo Centro de Internamento e Reeducação (CIR), na quarta-feira (8/9).

A operação desencadeada nesta sexta-feira (10/9) foi coordenada pela Diretoria de Inteligência Penitenciária (DIP) e integrada pelos policiais da Dpoe, do Centro de Detenção Provisória I e Polícia Civil DF. Davi Lula foi encontrado escondido dentro do baú de uma cama, em uma casa, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seape-DF), outras duas pessoas que estavam com ele foram presas por terem mandado de prisão prisão em aberto.

Fuga

Davi Lula é interno do Centro de Detenção Provisória 1 (CDP 1) e, antes de ser preso, morava na Estrutural. A fuga ocorreu durante o dia de visitas no Complexo Penitenciário. Em nota oficial, a Seape/DF informou que o preso cometeu ato de abuso de confiança e se evadiu do complexo prisional da Papuda.

O órgão destacou, ainda, que o fato ocorreu no momento em que o preso realizava serviços de recolhimento de material nas dependências do antigo Centro de Internamento e Reeducação (CIR), desativado desde o mês de abril deste ano, e, ao solicitar aos policiais que o escoltavam o uso do banheiro, fugiu pulando a cerca de contenção.

O detento é acusado de matar o empresário Magno Neves, em Petrolina (PE), no distrito de Izacolândia, em junho de 2019. O crime chocou moradores da região. A vítima teria sido assassinada por motivo fútil, com um objeto conhecido como mão de pilão. À época, Davi Lula também tinha um mandado de prisão aberto pela Justiça do DF.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE