Saúde

Dengue: Ibaneis afirma que SES-DF avalia ampliação da faixa etária da vacina

Segundo o governador, a aplicação deve ocorrer na próxima semana para adolescentes de 12 anos. No DF, há um público de 35 mil pessoas, segundo a secretária de saúde

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) avalia a ampliação da faixa etária de vacinação contra a dengue para 12 anos para a próxima semana -  (crédito: Marcelo Ferreira/CB/DA Press)
O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) avalia a ampliação da faixa etária de vacinação contra a dengue para 12 anos para a próxima semana - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/DA Press)
postado em 01/03/2024 14:13

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) avalia a ampliação da faixa etária de vacinação contra a dengue para 12 anos para a próxima semana. A fala ocorreu durante agenda para a assinatura de ordem de serviço para reforma e ampliação do Hospital Regional de Brazlândia, localizado no Setor Tradicional, nesta sexta-feira (1º/3).

“A Secretaria de Saúde está estudando a ampliação. Na próxima semana, a secretária (de saúde) deve estar anunciando a ampliação da idade para que a gente utilize todas as doses que foram disponibilizadas”, destacou Ibaneis. Atualmente, o público alvo para vacinação contra a dengue é de 10 e 11 anos.

Segundo o Governo do Distrito Federal (GDF), a procura pelo imunizante está abaixo do esperado. Entre os dias 9 e 27 de fevereiro, a SES-DF aplicou apenas 23.502 doses de vacina contra a dengue nas crianças de 10 e 11 anos. A quantidade representa somente 32,7% de participação da população que pode receber a imunização.

O Ministério da Saúde disponibilizou 71.708 doses para o DF. Dessas, ainda há 48.206 disponíveis para aplicação. O GDF destacou que, como todo imunobiológico, a vacina da dengue também tem prazo de validade. O lote recebido vence no dia 30 de abril.

Durante a agenda, a secretária de saúde, Lucilene Florêncio, ressaltou que a pasta tem ainda um quantitativo alto na rede de frio central e na rede de frio nas regiões de saúde. “Já fiz a avaliação do número de crianças de 12 anos que nós temos no DF. É um quantitativo de 35 mil adolescentes, então nós temos que olhar para esse número e verificar que tem um percentual que quer vacinar. O que eu não posso é deixar a vacina na geladeira da rede de frio e ter uma faixa etária que queira se vacinar”, pontuou a gestora da saúde.

Lucilene comentou ainda que a ampliação é alinhada com o Ministério da Saúde. “No dia 9 (de março), nós teremos 30 dias já de vacinação e eu tenho observado em todas as regiões de saúde um decréscimo da procura, exceto na região de saúde Sudoeste que tem se sustentado com essa procura”, disse a secretária. A região de saúde citada engloba Taguatinga, Samambaia, Recanto das Emas, Águas Claras e Vicente Pires.

A respeito da continuidade da vacinação no público de 10 e 11 anos, Lucilene ressaltou que não haverá alteração. “Vamos otimizar as doses que recebemos considerando a quantidade que eu tenho de 12 anos e o público que já procurou”, destacou.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação