CASO

Durante abordagem policial, mulher vai ao chão e é chutada; veja vídeo

Nas imagens, é possível ver a mulher no chão e sendo chutada por um dos PMs. A corporação salienta que, na ocorrência, os envolvidos ameaçaram os policiais de morte e que o caso envolve menor usando entorpecentes e uma moto adulterada

Durante abordagem policial mulher vai ao chão e é chutada -  (crédito: Material cedido ao Correio )
Durante abordagem policial mulher vai ao chão e é chutada - (crédito: Material cedido ao Correio )
postado em 01/04/2024 18:35 / atualizado em 01/04/2024 19:32

Imagens de câmera de segurança mostram uma mulher sendo agredida por agentes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) durante abordagem na última quarta- feira (27/3), na região da Ceilândia. No vídeo, é possível ver a mulher no chão e sendo chutada por uma das autoridades policiais. Ao Correio, uma familiar da mulher do vídeo, todos da família moram no mesmo lote e tudo começou quando dois membros se dirigiram à calçada de casa e foram abordados pela polícia.

Ainda de acordo com ela, uma criança de 10 anos teria se aproximado da moto de um conhecido, momento que os polícias passaram a ser agressivos com o garoto. A mãe dele, ao ver a situação, foi defendê-lo e acabou sendo levada ao chão e chutada (como mostra o vídeo). Com isso, todos os moradores do lote correram para separar a discussão. A mulher ferimentos no pescoço, rosto, joelho, pé e nas costas, de acordo com a familiar.

Veja o vídeo:

 

O outro lado

De acordo com a PMDF, os agentes da corporação visualizaram um menor de idade se preparando para usar entorpecente, por volta das 8h do dia 27 de março, em uma calçada na QNQ 4. Durante a abordagem, um motociclista sem capacete passou pelo local fazendo ameaças aos policiais. Os policiais repararam que o sinal identificador da moto estava adulterado.

A equipe abordou também o motociclista, que resistiu. Enquanto entrava em vias de fato com os policiais, outras pessoas da família tentavam levar a moto para dentro do lote para evitar a apreensão. Os policiais foram linchados por mais pessoas que saíram de casa. Um dos soldados teve a mão quebrada e o joelho lesionado, outros tentaram levar a arma do outro policial.

Assim que foi dada a voz de prisão e com a chegada do apoio os agressores correram para dentro de casa a fim de evitar a ação policial. Os envolvidos foram contidos o menor de idade autuado por uso e porte de entorpecente ameaça e resistência. Outros quatro suspeitos foram detidos na 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro), por adulteração de veículo automotor (proprietário da moto), resistência e ameaça.

A corporação salienta que, durante toda a ocorrência, os envolvidos ameaçaram os policiais de morte, dizendo que eles não iam terminar o ano vivos e que iam descobrir onde eles moravam. 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação