processo!

Empresário condenado a pagar R$ 30 mil por difamar Xuxa pode ser preso

Até o momento ele não pagou a indenização à apresentadora

Xuxa Meneghel -  (crédito: Reprodução/Instagram @xuxameneghel)
Xuxa Meneghel - (crédito: Reprodução/Instagram @xuxameneghel)
postado em 04/03/2024 12:38 / atualizado em 04/03/2024 14:02

O empresário Adriano de Barros Caruso, condenado a pagar indenização para Xuxa Meneghel por difamação, pode ser preso. Isso porque a Justiça de São Paulo determinou que ele transferisse R$ 30 mil à apresentadora. O valor poderia ser dividido em 25 parcelas. No entanto, parece que o dinheiro não foi pago. 

Segundo informações do colunista Daniel Nascimento, do jornal O Dia, o empresário deixou a dívida em aberto. Assim, o mesmo ganhou prazo para comprovar o pagamento ou poderá ser detido. Ainda de acordo com o jornalista, a situação legal de Adriano é bem delicada.

Adriano de Barros tem uma condenação que abrange tanto o âmbito civil quanto o criminal. Segundo as fontes do colunista, o empresário não fez o pagamento até a terceira parcela do acordo de indenização e isso entra no âmbito criminal.

A juíza Patrícia da Conceição Santos, da comarca de Mirassol, em São Paulo, determinou que Adriano de Barros comprove o depósito da terceira parcela da indenização sob pena de prisão. Porém, até o momento, não foi confirmado que ele tenha resolvido a pendência financeira. Vale lembrar que Xuxa Meneghel destinou o valor da indenização à uma instituição de apoio à infância.



Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação