Resumo Olímpico

Mais ouro e adeus sem pódio: confira penúltimo dia olímpico do Brasil

O Correio traz o resumo das participações de brasileiros nos Jogos Olímpicos da noite de sexta-feira até a manhã deste sábado (7)

Júlia Mano*
postado em 07/08/2021 14:26
 (crédito: Franck FIFE / AFP)
(crédito: Franck FIFE / AFP)

A histórica Olimpíadas de Tóquio-2020, que ocorreu um ano depois em razão da pandemia de covid-19, está em reta final. Os Jogos terminam oficialmente neste domingo (8/8) na cerimônia de encerramento. No penúltimo dia do maior evento esportivo do mundo, deu Brasil três vezes. Isaquias Queiroz da canoagem, Hebert Conceição do boxe e a Seleção canarinho conquistaram a tão sonhada medalha dourada.

» Acompanhe a cobertura completa das Olimpíadas de Tóquio na página especial do Correio Braziliense

» Canoagem C1 1000m

Isaquias Queiroz foi o primeiro brasileiro a pendurar a medalha dourada no pescoço no dia. No final da noite de sexta-feira (6), o baiano entrou no Sea Forest Waterway para brigar pelo lugar mais alto do pódio, 4:04:408 depois, saiu das águas da Baía de Tóquio como campeão olímpico.

» Saltos Ornamentais

O piauiense radicado no Distrito Federal, Kawan Pereira, fez história em Tóquio. O brasileiro é o primeiro a ir à final da modalidade na categoria 10 m nos Jogos Olímpicos. O atleta fez uma boa performance, superior ao da fase classificatória, mas inferior ao da semifinal. Com a pontuação 393.85, o saltador terminou em 10º lugar.

» Ginástica Rítmica

As jovens Duda Arakaki, Beatriz Linhares, Déborah Medrado, Geovanna Santos e Nicole Pircio viram o sonho de chegar ao pódio olímpico inédito da ginástica rítmica em conjunto escapar. Com uma segunda apresentação mais consistente que a primeira, as meninas conseguiram aumentar a nota, porém não foi o suficiente para estarem entre as oito classificadas para a final. O grupo terminou na 12ª colocação.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Conf. Brasileira de Gina?stica (@cbginastica)

» Vôlei

A Seleção masculina mais uma vez foi superada e deu adeus aos Jogos Olímpicos sem medalha. A Argentina derrotou os brasileiros por 3 sets a 2 e ficou com a medalha de bronze de Tóquio-2020.  

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Bruno Rezende (@bruninho1)

» Boxe

Os punhos dourados de Hebert Conceição entraram para a história, o campeão olímpico do peso médio é o segundo brasileiro a conquistar a medalha dourada. O baiano perdeu os dois primeiros assaltos para o ucraniano Oleksandr Khyzhniak, quando tudo parecia perdido, o pugilista soteropolitano triunfou na terra do sol nascente ao ver o oponente cair no ringue após nocauteá-lo.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Hebert Conceiçao (@hebertwilianboxe)

» Hipismo

Marlon Zanotelli, Yuri Mansur e Pedro Veniss do salto por equipes encerram a participação das Olimpíadas na sexta colocação. Veniss e Zanotelli cometeram muitos erros nos trajetos, o que resultou nos 25 pontos de penalidade. Mansur chegou a ter um desempenho melhor que o dos companheiros e teve somente quatro pontos de penalidade. O total de 29 zerou as chances do grupo de chegar ao pódio.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

 

» Futebol

A Seleção canarinho se consagrou bicampeã olímpica na manhã deste sábado. Com empate de 1 x 1 no tempo regulamentar, a decisão pelo ouro foi para prorrogação. No segundo tempo extra, Malcom estufou a rede e sacramentou a difícil vitória brasileira sobre a Espanha.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Reinier Jesus (@reinier.jesus)

Quadro de medalhas

 

 

*Estagiária sob supervisão de Marcos Paulo Lima

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE