Basquete

Brasília vence a 1ª no returno do NBB em SP; Cerrado segue sem vencer

Começo negativo em resultados no novo turno tem fim com triunfo celeste em clássico; Cerrado perde para o Corinthians e se afasta dos playoffs

Vitória do Brasília e derrota do Cerrado equilibra situação entre candangos na briga pelos playoffs do NBB 23/24 -  (crédito:  Matheus Martins/Divulgação)
Vitória do Brasília e derrota do Cerrado equilibra situação entre candangos na briga pelos playoffs do NBB 23/24 - (crédito: Matheus Martins/Divulgação)
postado em 24/01/2024 21:48 / atualizado em 24/01/2024 21:58

O basquete candango conseguiu sua primeira vitória no returno do Novo Basquete Brasil (NBB) 2023/2024. Brasília e Cerrado entraram em quadra nesta quarta-feira (24/1), na capital paulista, com vitória dos azuis e revés alviverde, equilibrando a situação entre ambos na classificação, sendo separados por um jogo de distância.

Os celestes venceram a quarta partida na atual liga e deixaram a lanterna após bater o Pinheiros, no Ginásio Henrique Villaboim, por 92 x 88. O resultado tira a lanterna compartilhada com o Mogi, derrotado momentos antes pelo Fortaleza/Basquete Cearense. Uma posição acima e ainda fora dos playoffs, a um jogo do 16º lugar, o Cerrado perdeu por 73 x 56 para o Corinthians, no Ginásio Wlamir Marques.

O começo no Parque São Jorge foi curioso, com apenas um 3 x 0 alvinegro durando por quase cinco minutos. A baixa produção novamente afetou os alviverdes, que começaram o primeiro quarto levando 19 x 4. Com um pouco mais de movimentação, os celestes surpreenderam na parcial de entrada e venceram por 24 x 21, conduzidos, como de costume, por Thomas Cooper, dono de 14 pontos em 10 minutos.

Os cerradistas trataram de reagir e começaram o segundo período com um 9 x 0 na sequência para reduzir a diferença. Com um ataque distinto dos visitantes, o jogo foi para o intervalo em 34 x 31 para os mandantes. Em ritmo contrário, os azuis perderam a curta vantagem rapidamente e tiveram revés interno por 29 x 26. A recuperação levou a uma luta pela liderança durante a reta final, fechando o primeiro tempo em empate a 50 pontos.

Na etapa complementar, o clássico entre Brasília e Pinheiros seguiu parelho. Trocas de liderança e igualdade no marcador fizeram parecer os grandes tempos deste duelo, como se o ET Spooky houvesse se vestido de lobo brevemente. Mesmo perdendo por dois pontos antes do período decisivo, havia esperança pela quarta vitória no campeonato, que poderia recolocar a equipe na aspiração à vaga final nos playoffs.

Na casa corintiana, os mandantes voltaram a alargar a vantagem contando com um ataque novamente abaixo dos brasilienses. Os 19 x 12 condicionaram o resultado dos locais para a última parte do jogo. Nela, o Corinthians confirmou a 11ª vitória, empatando a campanha e seguindo na batalha pelo 11º lugar contra o próprio Pinheiros. Cauê Borges e Lucas Cauê fizeram 14 pontos cada, mas não foram cestinha pelas 17 unidades do alviverdes Gui Santos.

Os tricolores tiveram diferença ao perder em casa pela sexta vez na campanha corrente. Os visitantes viraram o jogo dentro da parcial final e estabeleceram nove pontos de vantagem restando pouco mais de dois minutos de jogo, vencendo o clássico. Os históricos 36 pontos marcados por Cooper, cestinha por muito, confirmaram o resultado. O Brasília não vencia desde 30 de novembro do ano passado, após 11 partidas.

Passada a viagem a São Paulo, agora é vez de voltar para casa antes da sequência da competição. Uma nova jornada longe do DF espera pelas equipes após a parada para a Copa Super 8, a qual nenhuma formação da capital participou na história.

O Cerrado volta primeiro a quadra no dia 5, em Santa Cruz do Sul, quando encara o União Corinthians, rival do Brasília dois dias depois. Apenas depois de enfrentar o Caxias que as equipes jogam em casa, na semana do Carnaval, quando recebem o Flamengo.

*Estagiário sob supervisão de Danilo Queiroz

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->