ESTADOS UNIDOS

Biden: "Minha memória está ótima e não preciso que me digam o contrário"

Um relatório afirma que o presidente de 81 anos não foi capaz de se lembrar da data em que seu filho Beau faleceu

Biden disse que só conseguiu pensar que
Biden disse que só conseguiu pensar que "isso não é da conta de ninguém" - (crédito: Saul Loeb/AFP)
postado em 09/02/2024 11:58

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, convocou uma coletiva de imprensa na noite desta quinta-feira (8/2) para responder sobre um relatório elaborado por um conselho especial que o chamou de "idoso com problemas de memória". Biden rebateu o relatório afirmando que sua memória está "ótima" e que não precisa das recomendações de quem elaborou o documento.

Biden pontuou que, para aqueles que estão duvidando de sua capacidade cognitiva, os "bons resultados" de seu governo são a melhor resposta.

O relatório afirma que o presidente de 81 anos não foi capaz de se lembrar da data em que seu filho Beau faleceu, além de suas passagens como vice-presidente dos EUA. Em resposta, Biden disse que só conseguiu pensar que "isso não é da conta de ninguém", e que ficou pasmo diante da pergunta sobre seu filho. "Não preciso de ninguém para me lembrar desse triste episódio, e nem me dando recomendações", afirmou.

Ele afirmou também que o relatório, que investigava sua posse de documentos confidenciais, mostra que Biden é inocente. "Eu colaborei com a investigação e provei que nunca dividi com ninguém os documentos", alegou, ao declarar que as demais informações do relatório não são importantes.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br