PROPAGANDA

Secretário de Cultura ameaça veículos que divulgaram Papai Noel gay

De acordo com André Porciuncula, secretário nacional de Incentivo e Fomento à Cultura, a mídia tem que respeitar a fé cristã: 'Farei uma notícia-crime'

Ana Mendonça - Estado de Minas
postado em 26/11/2021 21:42
 (crédito: Redes Sociais/Reprodução)
(crédito: Redes Sociais/Reprodução)

O secretário nacional de Incentivo e Fomento à Cultura, André Porciuncula, afirmou, via redes sociais, nesta sexta-feira (26/11), que vai verificar cada veículo de mídia que divulgou a cena da propaganda norueguesa, onde o Papai Noel aparece beijando outro homem.

"Estou verificando cada veículo de mídia que divulgou a cena do São Nicolau (Papai Noel). O santo é parte integrante da fé cristã, e, até onde eu sei, desrespeitar a fé alheia ainda é crime. Farei uma notícia-crime contra os envolvidos", afirmou.

Ainda de acordo com o secretário, a mídia tem que respeitar a fé cristã.

A rede de correios da Noruega lançou uma campanha natalina 'fora dos padrões'. Na propaganda audiovisual que circulou no país, o Papai Noel se declara gay e encontra um namorado.

A proposta que, incialmente, era celebrar os 50 anos da descriminalização da homossexualidade na Noruega, acabou tomando as redes sociais de todo o mundo e pautando o debate da diversidade sexual.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE