Carnaval

Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi

O 45º desfile ocorre neste sábado (10/2), no Centro do Recife, e arrasta uma multidão de foliões

Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
 -  (crédito: Samuel Calado/ CB/D.APress)
Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi - (crédito: Samuel Calado/ CB/D.APress)
postado em 10/02/2024 11:54 / atualizado em 10/02/2024 17:08

O Galo da Madrugada ganha as ruas do Centro do Recife neste sábado (10/2) com muito frevo e brilho. Este ano, o maior bloco de carnaval do mundo está homenageando o cantor pernambucano Reginaldo Rossi. O desfile teve início às 9h, com os tradicionais carros alegóricos em homenagem ao Rei do Brega. Até às 17h, 30 trios elétricos devem fazer a alegria dos foliões. A expectativa é de reunir mais de 2,5 milhões de pessoas.

  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas de Recife com homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/CB
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress
  • Galo da Madrugada colore as ruas do centro  do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi
    Galo da Madrugada colore as ruas do centro do Recife com grande homenagem a Reginaldo Rossi Samuel Calado/ CB/D.APress

Entre as atrações que irão comandar os trios elétricos estão os cantores Elba Ramalho, André Rio, Geraldinho Lins, Marron Brasileiro, Almir Rouche, Spok, Otto, Maestro Forró, Nena Queiroga e Michele Melo. Eles estão trazendo convidados especiais para dividir a cena. Nomes como Michel Teló, Marcelo Falcão, Vanessa da Mata, Gaby Amarantos, Tony Garrido e Fabiana Karla farão duetos com os anfitriões.

Roteiro

O percurso do Galo tem aproximadamente sete quilômetros. O roteiro do desfile do bloco segue o mesmo formato dos últimos anos, com início na Rua Imperial, Avenida Sul, Praça Sérgio Loreto, Avenida Dantas Barreto, Avenida Guararapes e Rua do Sol.

Alegorias em homenagem ao Rei

O cantor pernambucano Reginaldo Rossi (1944-2013) tem uma importante contribuição para promoção e perpetuação da cultura pernambucana. Suas canções em ritmo de brega falavam sobre as belezas de Pernambuco e traziam histórias de personagens populares. O Galo fez questão de enaltecer esse legado trazendo carros alegóricos em homenagem ao Rei do Brega. Cada alegoria exaltou um grande sucesso de Reginaldo.

O carro dos clarins abriu o desfile com várias coroas em homenagem ao Rei e uma foto grande com o Reginaldo Rossi.

A escultura do galo também se vestiu de Rossi, com óculos escuros e uma gargantilha dourada.

O carro "Garçom, aqui nessa mesa de bar" trouxe uma ambientação de cabaré, com desfilantes bebendo e lamentando suas dores de cotovelo. Plaquinhas comuns de bares … será o bar do Rossi.

Em seguida, seguiram os carros "A Raposa e as Uvas" e "Recife, minha Cidade", que fizeram os foliões viajarem até a década de 60, com figurantes caracterizados com vestimentas típicas dos bailarinos da década de 1950 e 1960. Destaque para a decoração de lambretas, discos, teclas de piano e pisos quadriculados.

O carro “Recife, Minha Cidade”, retratou a ponte Duarte Coelho, famosa por ser palco da escultura gigante doada pela Prefeitura do Recife. Na base da ponte, foram retratados coqueiros e pranchas de surf. Já ao fundo, aparecem os casarios populares do Recife.

Até o "Bonde", carro tradicional do Galo, ganhou um ar de modernidade ao homenagear o movimento do brega pernambucano. Ele foi todo enfeitado para o brega. Na alegoria, figurantes reencarnaram grandes artistas do brega, como Michelle Melo, Banda Labaredas, Conde Só Brega, Kelvis Duran e o próprio Reginaldo Rossi.

O desfile é assinado pelo produtor e carnavalesco Sandro Nóbrega, que esteve ao lado de Reginaldo Rossi por longas datas. “Eu já tinha falado ao presidente do Galo há um tempo atrás e fiquei feliz ao ver a ideia ganhar vida. O galo é um bloco do povo e Reginaldo também é do povo. Ele foi o maior divulgador do Recife e de Pernambuco. A gente viajava e ele fazia questão de enaltecer a terra dele. Foi uma justa homenagem ao Rei do Brega”.

Carnavalesco do Galo, Anderson Gomes conta que a equipe começou a trabalhar no projeto das alegorias ainda em agosto de 2023. “Fizemos uma pesquisa sobre as memórias de Reginaldo e as memórias do povo são as músicas. Então decidimos mostrar ossos nos carros. Cada um traz uma música e fala das diversas facetas do nosso rei. Estamos mostrando o rei da cidade , o rei da noite, o rei da boemia, o rei e os seus súditos e o movimento do brega. Tudo isso para o folião entender que Reginaldo é plural, que falava de amores e de sentimentos. O discurso dele é o pernambucano nato atemporal”, afirma.

O garçom José Felipe de Lima Neto disse que ficou feliz com a homenagem a Reginaldo Rossi. “Fiquei muito feliz ao ver o galo da madrugada homenagear o nosso rei do brega. Reginaldo era gente da gente. Tenho um amor muito grande por ele. Sempre venho de garçom para curtir o carnaval. Hoje eu vou servir ao galo e ao homem da meia noite”, disse. 

Os comerciantes Elias Silva e Sidi Mucabel, vieram fantasiados de “Merlins de Reginaldo”. “Ele é tudo para a gente cara. Foi quem divulgou o nosso brega para o Brasil”, disse Elias. Elba Freire trouxe os filhos Victor Souza, Maria Clara e o marido Eduardo Viana para curtir o Galo. “A gente vem todos os anos e fazemos questão de trazer as crianças. Isso é a nossa cultura. Vem a família toda e se diverte junto. Sempre com uma garrafinha de água para hidratar”, disse Elba.

Confira a ordem dos trios elétricos

O brega e o frevo, dois patrimônios culturais de Pernambuco, devem tomar a cena no desfile deste sábado (10/2) com homenagens aos Rei do Brega. Cada trio elétrico será comandado por um artista local. Muitos estarão acompanhados por artistas convidados. Confira a ordem:

Trios elétricos e atrações

  • RECIFE, MINHA CIDADE- Gustavo Travassos / convidado: Victor Camarote
  • MON AMOUR MEU BEM MA FEMME- Elba Ramalho / convidado: Michel Teló
  • A RAPOSA E AS UVAS- André Rio / convidadas: Carla Rio e Mônica Ferraz
  • CORAÇÃO EM FOGO- Orquestra Metais / Convidados: Ed Carlos, Kelly Oliveira e Tiago Asfora
  • FEITO DE AMOR- Geraldinho Lins / convidado: Marcelo Falcão
  • COR DO PECADO- Marron Brasileiro / convidado: Luciano Ferraz
  • AI, AMOR- Almir Rouche / convidado: Vaggy Rossi
  • AMOR, AMOR AMOR- Spok / Convidados: Vanessa da Mata e Almério
  • GARÇOM- Asas da América
  • EU VOU BOTAR PRA QUEBRAR- Otto / convidados: Silvério Pessoa, Isaar e China
  • MULHER- Orquestra 100% Mulher, Cristina Amaral e Gabi do Carmo
  • TÔ DOIDÃO- Maestro Forró
  • CORAÇÃO SAFADO- Romero Ferro / Convidada: Gaby Amarantos
  • DEIXA DE BANCA- Gerlane Lops / Convidados: Tony Garrido e Jades Sales
  • PEDAÇO DE MAU CAMINHO- Nonô Germano / Convidados: Nego Thor, Alice Novais e Edu Alves
  • LEVIANA- Michelle Melo / convidada: Fabiana Karla
  • EM PLENA LUA DE MEL - Nena Queiroga / convidadas: Janayna Pereira, Joanah Flor, Nathália Bellar, Vanessa Oliveira e Héloa
  • VOLTA- Bia Villa-Chan / convidados: Kelvis Duran e Mãe Nininha de Oyá
  • O MELHOR AMIGO MEU- Benil / convidados: Carlos Filho, Henrique Barbosa e Thiago Kherle
  • DOCE PECADO- Quinteto Violado / convidados: Tom Rossi, Bia Medeiros e Carol Alves
  • NOSSO CASO DE AMOR- Banda Som da Terra / convidada: Fabiana Santiago
  • AS QUATRO ESTAÇÕES- Loirão/ convidado: Léo Rossi
  • ERA DOMINGO- Silvana Salazar
  • O PÃO - Telmo Santiago
  • A IDADE DO LOBO - Banda Inove / convidado: Tonho Matéria
  • O DIA DO CORNO- Cinthia Barros / convidado: Beto Café
  • PRA SENTIR FELICIDADE- Gui Menezes e Orquestra Perfil / convidada: Dinah Santos
  • ITAMARACÁ- Banda Pinguim
  • OMBRO AMIGO- Fabiana Pimentinha/ Convidados: Liv Moraes, Marlene Andrade, Lídio Ricardo, João Lacerda e Leonardo Sullivan
  • NA HORA DO ADEUS- Orquestra Universal by maestro Lúcio Azevedo / convidados: Dany Rios e Renato César

Duetos musicais Camarote Oficial / trios elétricos (Praça Sérgio Loreto)

  • Beto Rossi / Gustavo Travassos
  • Michel Teló / Elba Ramalho
  • Tony Garrido / André Rio
  • Marcelo Falcão / Geraldinho Lins
  • Gaby Amarantos / Marron Brasileiro
  • Fabiana Karla / Almir Rouche
  • Vanessa da Mata / Spok e Almério
  • Lula Queiroga / Asas da América
  • Conde Só Brega / Otto, China e Silvério Pessoa
  • Juliette / Maestro Forró
  • Gaby Amarantos / Romero Ferro
  • Toni Garrido / Gerlane Lops
  • Tonho Matéria / Nonô Germano
  • Fabiana Karla / Michelle Melo
  • Conde Só Brega / Bia Villa-Chan

História de Reginaldo Rossi

Reginaldo Rossi foi um cantor e compositor brasileiro, nascido em Recife, Pernambuco, em 1944, e falecido em 2013. Conhecido como o "Rei do Brega", ele se destacou por suas músicas românticas e dançantes, como "Garçom" e "Leviana", que conquistaram o público com letras simples e cativantes. Sua carreira iniciou na década de 1960, e ao longo dos anos ele se consolidou como um dos principais representantes desse estilo musical. Sua voz marcante e seu estilo único o tornaram uma figura icônica da música popular brasileira. Reginaldo morreu no dia 20 de dezembro de 2013, vítima das complicações de um câncer no pulmão.

Suas canções eram conhecidas por abordar temas cotidianos, como amor, traição e sofrimento, de forma direta e emocional, o que conquistou um amplo público. Além de sua música, Rossi também era reconhecido por sua personalidade carismática e seu estilo extravagante, o que o tornava uma figura popular em todo o país. Sua influência continua a ser sentida na cultura musical brasileira até hoje.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação