Saúde

Dengue: Santa Catarina é a sétima unidade da Federação a decretar epidemia

Ao todo, seis estados e o Distrito Federal reconheceram situação de emergência devido ao avanço do mosquito Aedes aegypti

A situação no país levou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) a emitir alerta epidemiológico contra a doença -  (crédito: 41330/Pixabay)
A situação no país levou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) a emitir alerta epidemiológico contra a doença - (crédito: 41330/Pixabay)
postado em 22/02/2024 19:42 / atualizado em 22/02/2024 22:15

O governo de Santa Catarina decretou epidemia de dengue, nesta quinta-feira (22/2). O estado tem 17.696 casos prováveis da doença em 177 municípios apenas neste ano, segundo a secretaria estadual de Saúde — número que representa um aumento de 650% quando comparado ao mesmo período 2023.

Ao todo, seis estados e o Distrito Federal anunciaram situação de epidemia neste ano, devido ao avanço do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. Espírito Santo e Rio de Janeiro decretaram estado de emergência na quarta-feira (21/2), somando-se a Acre, Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal, que já tinham divulgado a epidemia anteriormente.

“Vamos vencer essa doença, nós precisamos agora é da ajuda da população, sem essa ajuda não conseguiremos vencer o mosquito da dengue. Temos que estar irmanados para combatê-lo, então eu peço a toda a população a máxima colaboração”, disse a governadora de Santa Catarina em exercício, Marilisa Boehm.

A secretária de Saúde do estado, Carmen Zanotto, afirmou que o decreto de epidemia deve facilitar as ações do governo em apoio aos municípios, "para que a gente consiga ter um melhor controle do mosquito e também um atendimento adequado e rápido dos casos".

Alerta internacional

A situação no país levou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) a emitir alerta epidemiológico para que os países das Américas intensifiquem o controle do mosquito Aedes aegypti, principal vetor da dengue. De acordo com a entidade, as Américas registraram, nas primeiras cinco semanas do ano, aumento de 157% nos casos de dengue, em relação ao mesmo período do ano passado.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação