EXPLORAÇÃO SEXUAL

Pai é preso por anunciar filha de 9 anos para ser abusada na frente dele

Homem de 39 anos também armazenava conteúdo de pedofilia e foi preso em flagrante

Homem de 39 anos é preso por armanezar imagens de exploração sexual e anunciar filha de 9 anos na internet para que ela fosse abusada por outros homens -  (crédito: Reprodução PCGO)
Homem de 39 anos é preso por armanezar imagens de exploração sexual e anunciar filha de 9 anos na internet para que ela fosse abusada por outros homens - (crédito: Reprodução PCGO)

Um homem de 39 anos, pai de uma menina de 9 anos, foi preso em flagrante em Aparecida de Goiânia (GO) por armazenar imagens de pedofilia e exploração sexual infantil. 

Durante a investigação, a Polícia Civil de Goiás, através da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), também identificou que o homem anunciava a filha para outros homens afim de que ela fosse abusada na frente dele. 

 

Conversa localizada no celular do suspeito aponta para negociação do pai da menina de 9 anos com homem que abusaria da criança
Conversa localizada no celular do suspeito aponta para negociação do pai da menina de 9 anos com homem que abusaria da criança (foto: Divulgação PCGO)

Em uma das mensagens localizadas no celular do suspeito, um homem pergunta o que a menina acha de 'ter outro pai morando com eles' e o criminoso responde que ela achou interessante. As mensagens são de maio deste ano. 

Conforme a Polícia Civil, o homem confessou, em conversas em redes sociais, que já abusou da filha em algumas ocasiões.

A imagem do suspeito não foi divulgada para proteger a identidade da vítima. Se condenado, ele poderá pegar de um a quatro anos de prisão, além de pagamento de multa. 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

postado em 09/07/2024 11:03
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação