Reality

BBB 24: Bin Laden e Luigi conversam sobre Lula: "Olhou para o pobre"

Conversa ocorreu após os dois discordarem de Nizam sobre o tema de porte de armas no Brasil

Bin Laden e Luigi conversam sobre política no BBB 24 -  (crédito: Reprodução/Globo/Globoplay)
Bin Laden e Luigi conversam sobre política no BBB 24 - (crédito: Reprodução/Globo/Globoplay)
postado em 17/01/2024 13:17 / atualizado em 17/01/2024 13:24

Uma conversa entre MC Bin Laden e Nizam dentro do BBB 24 viralizou nas redes sociais após o MC defender o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e se mostrou contra o porte de armas no Brasil.

No papo, Nizam teria comentado sobre um momento em que sua casa foi assaltada e afirmou que a pessoa que cometeu o crime não seria presa por causa do presidente. O papo foi repercutido por Bin Laden e Luigi no quarto.

"O Nizam, ali ele chapou, nada a ver, mano. Bagulho já foi comprovado... muita gente com depressão, ansiedade, psicologicamente não é um país preparado para ter porte de arma. C*ralho, é louco", afirmou o funkeiro.

Na sequência, Luigi afirmou que a casa do BBB é um exemplo de que o Brasil não está preparado para a liberação do porte. Bin Laden continuou falando sobre o assunto e disparou: "Vai falar que a culpa é de um presidente que mais olhou para o povo pobre? Ah se liga mano! vou te falar, p*ta que pariu", finalizou.

Os dois também comentaram sobre o fato de Nizam ter falado justamente com os dois, que vieram da favela, sobre o tema. "Nós vai motivar os outro a ter arma ao invés de ter livro? O povo que tá passando fome cara? (que falta) saúde pública? O mano quer meter uma dessa pra nós?", completou. 

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->