Música

Bloco Eduardo e Mônica leva rock carnavalizado para a folia do DF

Bloco Eduardo e Mônica toca na segunda (12/2) e na terça (13/2) de carnaval

Bloco Eduardo e Mônica agita a folia candanga em ritmo de rock -  (crédito: Prezz Comunicação/ Divulgação)
Bloco Eduardo e Mônica agita a folia candanga em ritmo de rock - (crédito: Prezz Comunicação/ Divulgação)
postado em 09/02/2024 06:00

O tradicional Bloco Eduardo e Mônica chega ao carnaval brasiliense e comanda dois dias de festas. No domingo (11/2), participará das atrações do Iate Clube de Brasília ao lado de Na massa, 7 na Roda, Thiago Nascimento e MC Bockaum. Na terça-feira (12/2), se apresentará no Primeiro Bar.

Criado em janeiro de 2017 por Marquinho Vital, Rony Meolly e Diogo Villar, o Bloco Eduardo e Mônica surgiu como uma alternativa a uma faixa da população brasiliense que buscava novas opções para passar o carnaval. Ao Correio, Rony Meolly afirma que o que os motiva a puxar o bloco todos os anos é a diversão total. "Cada um tem seu jeito de se divertir no carnaval e, para nós, essa diversão é completa em cima do trio ou do palco, é uma energia que vem do povo. Nós mantemos vivo um legado musical brasiliense que existe há 40 anos praticamente. Ser um fio condutor das coisas feitas no passado, para o presente e futuro, para públicos diversos, isso motiva muito", revela Rony.

O Bloco Eduardo e Mônica se consolidou no cenário carnavalesco por criar um espaço para quem não se sentia contemplado. "Aprendemos com o tempo que o carnaval ,apesar de estar ligado a ritmos específicos, como o samba e o axé, é uma festa de todos. E, aqui,  falo sobre ritmos, pessoas e estilos. No final das contas, tudo é carnaval", finaliza Rony.

*Estagiárias sob a supervisão de Severino Francisco

 


Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação