Meio Ambiente

Economia autoriza contratação de 150 brigadistas temporários

A equipe atuará no combate aos incêndios florestais em diversas unidades de conservação do DF

Edis Henrique Peres
postado em 08/06/2021 13:24
 (crédito: Divulgação/Agência Brasília)
(crédito: Divulgação/Agência Brasília)

A Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal (Seec-DF) autorizou a contração, em processo seletivo simplificado, de 150 brigadistas. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça-feira (8/6). A contratação será temporária para prevenir e combater os focos de incêndio no Cerrado.

As informações do DODF definem, também, como será a divisão do quantitativo de profissionais. Além disso, a secretaria estabeleceu a formação de 75 vagas de cadastro reserva.

Os contratados vão atuar no combate a incêndios florestais em diversas unidades de conservação espalhadas pelo DF, entre elas 72 parques. A decisão de aumentar o número de brigadistas se deve ao período de seca na capital do país, que causa um aumento no número de ocorrências de incêndios.

Os detalhes sobre o salário dos brigadistas ainda não foram divulgados, mas, em junho de 2020, em contratação anterior, a remuneração para supervisor chegava a R$ 3 mil. O Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do DF (Brasília Ambiental) será o responsável pelo edital e normas de inscrição.

Vale lembrar que, em fevereiro, o governador Ibaneis Rocha (MDB) decretou estado de emergência ambiental entre os meses de março a novembro deste ano. O decreto nº 41.783 estabelece que os órgãos que integram o Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, como a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros e o Brasília Ambiental deverão adotar as medidas necessárias para prevenir e minimizar ocorrências e efeitos das queimadas no Cerrado.

Com o decreto, as empresas podem fazer contratos emergenciais, ou seja, sem licitação, com o objetivo de reforçar o quadro de servidores e aumentar a jornada de trabalho, com pagamento de horas extras.

Confira os cargos a serem contratados:

  • Supervisores de Brigada: 6
  • Chefes de Brigada: 24
  • Brigadistas Florestais Combatentes: 120

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE