SEGURANÇA

Servidores da Saúde do DF terão acesso a aplicativo com "botão de pânico"

Programa Saúde Segura visa prevenir e ter pronta-resposta para casos de agressão e ameaça em unidades hospitalares do DF

Samara Schwingel
postado em 04/11/2021 16:32
Aplicativo faz parte do programa Saúde Segura, destinado à segurança dos servidores da Saúde -  (crédito: Breno Esaki/Agência Saúde)
Aplicativo faz parte do programa Saúde Segura, destinado à segurança dos servidores da Saúde - (crédito: Breno Esaki/Agência Saúde)

Nesta quinta-feira(4/11), o Governo do Distrito Federal (GDF) lançou um programa para tentar inibir os casos de agressões e ameaças registradas contra profissionais da saúde da capital. Em parceria com a Secretaria de Saúde, a Polícia Militar do DF (PMDF) montou o programa Saúde Segura para prevenir e ter pronta-resposta para casos de agressão e ameaça em unidades hospitalares.

Entre as medidas anunciadas durante coletiva, está a implementação de um “botão de pânico” em um aplicativo para os servidores. O chefe do Departamento Operacional da PMDF, Coronal Naime, explicou que a medida não vai ser iniciada imediatamente.

“É uma fase que vai demorar mais um pouco, mas queremos desenvolver um aplicativo no qual os diretores das unidades de saúde sejam cadastrados e tenham um botão de pânico. Quando acionado, de imediato o app vai remeter um e-mail para a PM, que vai saber de onde veio o chamado e vai deslocar uma viatura para o local”, disse.

Até a implementação do aplicativo, Naime afirmou que a PM vai realizar um estudo nas unidades hospitalares para reconhecer os principais problemas de segurança da rede. Segundo ele, a intenção é iniciar as visitas na próxima semana. “Temos três pilares: prevenção, manutenção e pronta-resposta”, completou.

A criação do programa Saúde Segura é uma resposta a um pedido feito pelo SindiSaúde ao GDF devido aos casos de agressões registrados contra servidores da rede neste ano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE