Violência

Gangues do Paranoá e Itapoã são alvo de operação da Polícia Civil

Pelo menos 42 integrantes da Fábrica de Luto/Comando Bala Voa (FBL/CBV) e da Vinte e Nove (V9T2) foram presos

Ana Maria Pol
Pablo Giovanni*
postado em 23/05/2022 08:34 / atualizado em 23/05/2022 08:34
 (crédito: Renato Alves/Agência Brasília)
(crédito: Renato Alves/Agência Brasília)

Duas gangues rivais do Distrito Federal foram alvo de operação, na madrugada desta segunda-feira (23/5), no Distrito Federal. Denominadas Fábrica de Luto/Comando Bala Voa (FBL/CBV) e Vinte e Nove (V9T2), ambas são compostas por indivíduos altamente perigosos. Até a última atualização da reportagem, 42 integrantes haviam sido presos.

De acordo com informações da Polícia Civil do DF (PCDF), os criminosos são acusados de diversos crimes, como roubo circunstanciado, homicídio, tráfico de drogas e receptação no Paranoá e em Itapoã. Os crimes são apurados pela 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) e 246 policiais participaram da operação.

As investigações duraram cerca de um ano e meio. Segundo a corporação, os integrantes das gangues foram identificados e, após isso, foi verificado que os dois grupos estão em guerra há, pelo menos, cinco anos. 

De acordo com a apuração da 6ªDP, grande parte dos crimes de roubo, furto e tráfico de drogas cometidos na região são praticados pelos integrantes das associações criminosas. Na operação desta-segunda, foram expedidos 59 mandados de prisão e 37 de busca e apreensão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE