JUSTIÇA

Justiça volta atrás e Ronnie Lessa fica em presídio federal no MS

O ex-policial militar está preso pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Torres

Ronnie Lessa está preso pelo assassinato de Marielle Franco no Rio de Janeiro -  (crédito: Reprodução/Globo)
Ronnie Lessa está preso pelo assassinato de Marielle Franco no Rio de Janeiro - (crédito: Reprodução/Globo)
postado em 03/04/2024 19:53

A Justiça Federal de Mato Grosso do Sul voltou atrás, nesta quarta-feira (3/4), e decidiu manter Ronnie Lessa no presídio federal de Campo Grande (MS). O ex-policial militar é acusado de matar a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista Anderson Gomes, em março de 2018.

O juiz federal Luiz Augusto Iamassaki Fiorentini, corregedor da Penitenciária Federal de Campo Grande, chegou a determinar o retorno de Lessa ao Rio de Janeiro, sob o argumento de que não havia recebido um pedido da Justiça fluminense para prorrogar o prazo de permanência no sistema federal, que expirou em 21 de março.

Na sequência, porém, ele reconsiderou a decisão, ao tomar ciência de um despacho de 19 de março da 4ª Vara Criminal do Rio, assinado pelo juiz Gustavo Gomes Kalil. A determinação era pela permanência de Lessa por três anos em uma unidade de segurança federal.

Ronnie Lessa está preso desde 2019. Seu acordo de delação foi base das investigações que resultaram na prisão dos irmãos Domingos e Chiquinho Brazão e do delegado Rivaldo Barbosa.

No momento, Lessa está em cela isolada na penitenciária federal de Campo Grande (MS). Foi lá, em agosto de 2023, que ele tomou conhecimento de que Élcio de Queiroz estava colaborando com a investigação da PF e do MP do Rio.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação