Pandemia

Resumo do Dia: Veja quais são as notícias sobre a covid-19 no DF

Movimento nos postos de vacinação, cadastramento para quem tem comorbidade e lotação acima de 90% nos hospitais são algumas das notícias

Correio Braziliense
postado em 30/04/2021 21:50
Houve grande demanda nos postos de vacinação do DF nesta sexta -  (crédito: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Houve grande demanda nos postos de vacinação do DF nesta sexta - (crédito: Minervino Junior/CB/D.A Press)

Cadastro - Saiba como se cadastrar no registro de pessoas com comorbidades para poder ter acesso à vacinação. O cadastramento começou às 9h desta sexta-feira (30/4) e é necessário para garantir agendamento da imunização. Lista de comorbidades previstas inclui obesidade mórbida, diabetes, doenças cardíacas e anemia.

Vacinação - A Vacinação de idosos com 60 e 61 anos ocorreu em 54 pontos de atendimento do DF nesta sexta-feira (30/4). A Secretaria de Saúde deu início à última fase de atendimento desse grupo. O primeiro dia de vacinação para essa faixa etária teve alta adesão e foi possível após o recebimento de 62,3 mil doses de vacina contra a covid-19. Os pontos de vacinação vão funcionar à noite no DF, a partir da segunda-feira (3/5), na Praça dos Cristais das 18h às 23h. A secretaria limitou os pontos de vacinação para quem vai receber a segunda dose. Veja como fica. Para homenagear os profissionais de saúde, o professor de música Rubem Vasconcelos levou o violão para o posto de vacinação e cantou a música Como uma onda, de Lulu Santos. Durante a tarde, o movimento foi tranquilo nas UBSs nas quais era aplicada a vacina.


Grávidas - Grávidas com e sem comorbidades precisam se cadastrar para ter acesso à vacinação. Segundo a Secretaria de Saúde, as gestantes sem doenças crônicas serão contempladas na segunda fase da vacinação de pessoas com comorbidades.

Homenagem - O GDF oficializou Dia de Luto e Memória às vítimas da covid-19. Em publicação no Dário Oficial do DF (DODF) desta sexta-feira (30/4), o governador Ibaneis Rocha anunciou que a data especial será 23 de março, dia da primeira morte pela doença na capital.

Hospitais - A ocupação de leitos de UTI adulto era de 98,3% na manhã desta sexta. No total, a rede pública de saúde ainda tem 17 leitos livres para tratamento intensivo dos pacientes mais graves infectados pelo coronavírus.

Casos - O DF teve redução de -32% na média móvel de mortes nesta sexta-feira (30/4). A média móvel de óbitos desta sexta ficou em 43,43, enquanto a de casos encontra-se em 1009, com queda de -10,51. A Secretaria de Saúde do DF registrou 1.127 novos diagnósticos positivos e 34 mortes por covid-19.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE