Violência contra a mulher

Motorista de aplicativo esfaqueia homem que agredia a companheira

O caso ocorreu na noite desta segunda-feira (12/2), na Asa Sul. Segundo a PM, o homem estava agredindo a companheira com socos e chutes, quando o motorista interveio para ajudar a vítima

O motorista teria utilizado a faca para se defender das agressões -  (crédito: Divulgação/PMDF)
O motorista teria utilizado a faca para se defender das agressões - (crédito: Divulgação/PMDF)
postado em 12/02/2024 23:20

Na noite desta segunda-feira (12/2) de carnaval, um motorista de aplicativo esfaqueou um homem de 39 anos que agredia a companheira, de 41 anos, com socos, chutes e, até mesmo, uma mordida na mão direita da mulher, durante uma corrida. O caso ocorreu na Asa Sul, na quadra 102.

De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), uma equipe do Grupo de Operações de Trânsito (GOT) foi acionada por populares que presenciaram as agressões. Assim que chegaram ao local, os policiais depararam-se com o casal e o motorista do aplicativo em uma discussão.

O motorista relatou que, durante a corrida, o homem começou a agredir fisicamente e verbalmente a companheira. Por isso, ainda segundo o condutor, ele decidiu intervir para proteger a mulher das agressões.

No entanto, de acordo com a PMDF, a intervenção resultou em agressões direcionadas ao motorista também. O passageiro passou a desferir socos contra o condutor, que se defendeu usando uma faca que tinha consigo.

O agressor, que apresentava ferimentos causados pela faca do motorista, foi levado ao Hospital de Base (HB). Após receber atendimento médico, ele foi conduzido à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) da Asa Sul, onde ficou detido em flagrante pelos crimes de lesão corporal, injúria, vias de fato e resistência à prisão.

Segundo a Polícia Militar, levar o homem à delegacia não foi fácil, pois ele apresentava um comportamento agressivo e resistente. De acordo com a PM, foi necessário o uso de força pelos policiais para garantir a segurança de todos os envolvidos. O motorista de aplicativo, conforme a PMDF, responderá por porte de arma branca.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação