Música

‘Sabotage 50’ celebra o legado de ouro do lendário rapper paulista

O projeto junta artistas de todo o Brasil para homenagear Sabotage e encerrar as comemorações do cinquentenário do rapper

Capa do álbum
Capa do álbum "Sabotage - 50 Anos" - (crédito: Divulgação / Som Livre)
postado em 03/04/2024 19:15

No dia 3 de abril de 1973, nascia Mauro Mateus dos Santos, o Sabotage, rapper, ativista e ator que marcou o cenário da música nacional. Com o intuito de homenagear o legado da lenda do rap brasileiro, a família do musicista, junto de diversos artistas, produtores e compositores, liberou nesta quarta-feira (3/4) o projeto Sabotage 50, que encerra as comemorações dos 50 anos do cantor.

No auge da carreira, prestes a completar 30 anos, em janeiro de 2003, o paulista foi alvo de quatro tiros na Avenida Professor Abraão de Morais, no bairro da Saúde, em São Paulo, pouco depois de se despedir da esposa e deixá-la no ponto de ônibus. No ano passado, 2023, Mauro Mateus faria 50 anos.

Após um ano de comemorações, o álbum póstumo do Maestro do Canão — comunidade já extinta na zona sul da capital paulista, onde viveu Sabotage — traz homenagens que alcançam outros ritmos e gerações. O projeto foi encabeçado por Zegon e Tejo Damasceno, produtores e amigos de Sabotage.

Com nove releituras de músicas icônicas de Sabotage, o disco contém colaborações especiais da cena do rap brasileiro como Djonga, Xis, Kamau, Bivolt, VANDAL, Yago Oproprio, Don L, Luedji Luna, Rincon Sapiência, BK’, Filipe Ret, N.I.N.A e Sant. Os artistas não só interpretaram as faixas como também adicionaram versos inéditos às composições.

Detentor de um flow único, o rapper foi revelado ao mundo no final do ano 2000. Sabotage revolucionou o rap nacional com apenas um álbum lançado em vida, Rap é compromisso, um dos mais influentes da história do cenário do hip-hop brasileiro.

A história continua

Apenas um disco não seria o suficiente para encerrar com chave de ouro as celebrações do cinquentenário do rapper. Além da produção musical, um novo ciclo de ações terá início em agosto deste ano com a publicação de um livro. No mês de novembro haverá uma exposição sobre a trajetória do artista e em 2025, um filme.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação