Todo dia é dia de pescar

Todo dia é dia de pescar

postado em 19/01/2018 00:00

No Pesque-pague Bica D;Água, todo dia é dia de sair da rotina e aproveitar para pescar. Com dois tanques e espécies variadas, o local permite que os clientes levem para casa os pescados por R$ 16, o quilo, com exceção do surubim, que custa R$ 25.

O peixe não é apenas para diversão da pesca, mas também para comer. Sucesso entre os frequentadores, o peixe inteiro frito serve como aperitivo (R$ 35) e também como refeição (R$ 68 para até quatro pessoas), com arroz, feijão-tropeiro e salada.

A galinha caipira (R$ 130 para até seis pessoas) também é uma opção para os clientes. O preparo é servido com arroz, feijão-tropeiro, quiabo, abóbora e salada. A sobremesa combina com o calor da cidade e tem opções de sorvete no self-service (R$ 3, 100g).

O Bica D;Água oferece uma vista diferente da que as crianças estão acostumadas. ;É uma área bem rural, com gansos e galinhas soltos, árvores com frutas que elas podem subir e todos podem pegar;, explica o gerente Tyago Amorim. Eles também oferecem área para churrasco, pela qual os clientes pagam uma taxa de R$ 50 para levar comidas de fora ou podem consumir tudo no local e não pagar pelo espaço.



Capixaba no cerrado
Quando se fala em descanso, sair da correria do concreto e ir para um ambiente bucólico parece ;resetar; o cansaço acumulado pelas semanas. Tudo isso pode ficar ainda melhor se agregado a uma boa rede enquanto a molecada corre e brinca. É exatamente essa a proposta do Vista Linda. O local, especializado em gastronomia capixaba, oferece ; além da vista deslumbrante ; casa de boneca, mesas de sinuca, redário, trilha no cerrado e parquinhos.

Entre as opções de pratos que o chef e proprietário Gouthier Dias indica para os pequenos estão o estrogonofe de carne ou frango, acompanhado de batata palha e arroz (R$ 28), ou o picadinho guarnecido de arroz e batata frita (R$ 26).

;Para os pais sugiro o Gourjon (R$ 59), petisco de cação empanado e acompanhado do molho tártaro da casa;, comenta Guto.

Outra pedida recai nas moquecas (a partir de R$ 134,90, para duas pessoas), feitas à moda capixaba, claro.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação