Brasília-DF

Brasília-DF

por Denise Rothenburg » deniserothenburg.df@dabr.com.br
postado em 01/12/2018 00:00


O "balance"
das Forças e
da economia


A escolha do almirante Bento Costa Lima para ministro de Minas e Energia faz parte do contrapeso político que o presidente eleito pretende dar ao seu governo. Além de compensar a Marinha por ter deixado a Defesa nas mãos do Exército, o presidente terá ali alguém que vê esse setor como estratégico, portanto, não poderá ser quase que totalmente privatizado, como defende o grupo mais ligado ao ministro da Economia, Paulo Guedes. Aos poucos, Bolsonaro vai levando seu governo para um ponto de equilíbrio, ao qual ele próprio pretende se fixar, como árbitro de todo o processo.

Se valer o auxílio;
; Esquece o aumento. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu ao fim do auxílio-moradia para integrantes do Ministério Público, dizendo que a decisão serve apenas para a magistratura. Porém, não reclamou da concessão do reajuste salarial. Do Supremo Tribunal Federal, já partiu o recado de que as duas coisas, não dá.

E o indulto, hein?
Em conversas com aliados, o presidente Michel Temer tem dito que o seu decreto vai auxiliar mais as pessoas pobres, que não têm condições de pagar advogados. Nessas conversas, nem uma palavra sobre os amigos presidiários.

Tanque cheio
Associações de produtores de biodiesel e parlamentares ligados ao setor oferecem um jantar em Brasília, na terça-feira, em homenagem a Michel Temer. De saída do Planalto, o presidente receberá o reconhecimento pela aprovação de políticas importantes para essa indústria, como o RenovaBio e o cronograma
que vai gradualmente aumentar de 10% para
15% a mistura de biodiesel ao diesel derivado
do petróleo.

Ganha-ganha
O jantar servirá ainda para chamar a atenção do futuro governo. Afinal, o crescimento desse setor beneficia o agronegócio, que tem recebido atenção especial do presidente eleito Jair Bolsonaro, e também o meio ambiente, já que o biodiesel emite 70% menos poluentes do que o diesel mineral. É um raro produto que consegue agradar a gregos e troianos ; ambientalistas e produtores rurais ; e tem tudo para seguir em alta no futuro governo.

Pé embaixo
A adição do biocombustível aumentou em março, de 8% para 10%. Com isso, apesar do impacto da greve dos caminhoneiros, a indústria do biodiesel vai bater recorde em 2018, com a produção de 5,4 bilhões de litros (alta de 25%), e espera dobrar esse volume até 2023, quando estiver em vigor o B15 (15% de biodiesel adicionado ao diesel fóssil).

Castigo político/ Entre os principais aliados de Jair Bolsonaro, há quem diga que o senador Magno Malta não tem muito do que reclamar pelo fato de não ter sido escolhido como ministro da Cidadania. Afinal, Bolsonaro não reclamou quando Malta recusou a vaga de candidato a vice na chapa.

Castigo regional/ Acostumados a ver seus quadros políticos bem posicionados nos mais diversos governos, os pernambucanos estão se sentindo quase que excluídos do governo Bolsonaro. O único na equipe de transição é o empresário Gilson Machado Neto, amigo do presidente eleito, que deve ir para o Turismo com o novo ministro, Marcelo Álvaro (foto).

Não foi por falta de convite/ O presidente Michel Temer avisou aos chefes de estado que convidou Jair Bolsonaro para acompanhá-lo no encontro paralelo dos BRICS durante o G20, em Buenos Aires, mas o presidente eleito não foi porque alegou outros problemas de agenda. Ontem, Bolsonaro esteve na formatura dos sargentos da Aeronáutica, no interior de São Paulo, e aproveitou para ir à Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

Banda larga em debate/ O acesso universal à internet por banda larga obteve avanço decisivo no mês passado, quando 193 países membros da União Internacional de Telecomunicações (UIT), da ONU, assinaram resolução que orienta a essas nações o reconhecimento oficial da importância socioeconômica da conectividade e a promoção do acesso a baixo custo. A UIT destacou ainda a importância de as agências reguladoras assegurarem espectro para operação da internet terrestre e por satélite. Esses temas serão a base da reunião da Comissão Interamericana de Telecomunicações, órgão da OEA, na semana que vem, em Brasília.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação